Cenapop
CINEMA

Johnny Depp deixa a franquia "Animais Fantásticos" a pedido da Warner

Johnny Depp em cena de "Animais Fantásticos e Onde Habitam": ator foi convidado a se retirar da franquia
Johnny Depp em cena de "Animais Fantásticos e Onde Habitam": ator foi convidado a se retirar da franquia - Reprodução/Warner Bros.

Redação Publicado em 06/11/2020, às 13h41

Johnny Depp anunciou, na tarde desta sexta-feira (06/11), que deixou o seu papel de Gellert Grindelwald na franquia "Animais Fantásticos e Onde Habitam", criada por J.K. Rowling e produzida pela Warner Bros.

Segundo comunicado publicado em seu Instagram, a decisão foi tomada por conta da pressão do estúdio para que ele abandonasse seu papel na produção.

"À luz dos eventos recentes, gostaria de fazer a seguinte curta declaração. Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a todos que me presentearam com seu apoio e lealdade. Fiquei emocionado e comovido com suas muitas mensagens de amor e preocupação, principalmente nos últimos dias", começou, citando sua batalha judicial contra a ex-esposa, Amber Heard, na qual teve uma importante derrota nas últimas semanas.

Ele continuou: "Desejo que saibam que fui convidado pela Warner Bros. a renunciar ao meu papel como Grindelwald em ‘Animais Fantásticos’ e eu respeitei e concordei com esse pedido. Finalmente, eu gostaria de dizer isso. O julgamento surreal do tribunal do Reino Unido não mudará minha luta para dizer a verdade e confirmo que pretendo apelar. Minha força de vontade continua forte e pretendo provar que as acusações contra mim são falsas. Minha vida e carreira não serão definidas neste momento", finalizou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Johnny Depp (@johnnydepp) em

 

Entenda o processo

O ator indicado 3 vezes ao Oscar e mundialmente famoso por seu papel como Jack Sparrow na franquia "Piratas do Caribe" perdeu uma ação que movia contra um tablóide inglês.

Desde o começo do processo, fãs pressionavam a Warner Bros. a dispensar Depp do papel nos filmes que dão continuidade ao mundo mágico de "Harry Potter". Entretanto, o estúdio relutou em tomar a decisão até que o julgamento no Reino Unido fosse finalizado.

Na sentença contrária ao ator, o juiz britânico Andrew Nicol justificou suas considerações e decidiu listar 14 acusações de violência doméstica feitas pela atriz contra Depp. O magistrado expôs sua convicção na veracidade de pelo menos 12 das 14 acusações feitas pela atriz contra o ex-marido

Portanto, a decisão do Supremo Tribunal de Londres decidiu que o News Group Newspapers, dono do jornal "The Sun", teve razão ao publicar que Depp era um "espancador de mulheres".

A decisão tem potencial para travar a carreira do ator. Com o afastamento da franquia "Animais Fantásticos", ele está praticamente sem trabalho na indústria. Há alguns meses, a Disney cogitou trazê-lo de volta para uma participação na continuação dos filmes de "Piratas do Caribe". Com a decisão contrária na justiça, no entanto, a ideia foi abandonada.

Comentários