Aves de Rapina: Dubladora brasileira de Arlequina decide se aposentar ao ser retirada do filme

Iara Riça dublou Arlequina durante 20 anos - Foto: Reprodução

Iara Riça dublou Arlequina durante 20 anos – Foto: Reprodução

A dubladora Iara Riça, que foi responsável pela voz de Arlequina nos filmes e animações nas dublagens brasileiras, anunciou que não mais estará no filme Aves de Rapina, que estreará em fevereiro.

Através de sua página no Facebook, Iara – reconhecida como uma das melhores dubladoras do Brasil, que também emprestou sua voz para a Florzinha (As Meninas Super-Poderosas), Tails (Sonic) e Jubileu (X-Men) afirmou que estará fora da dublagem do longa-metragem.

“Quero comunicar que não serei a voz daquela personagem livre e maravilhosa e que tanto amo no próximo longa que vai estrear em fevereiro”, escreveu ela, afirmando que foi dispensada por não ter sido considerada adequada pela direção de dublagem da produção.

“Dublo essa personagem desde o início, já faz mais de duas décadas, em animações, games e filme. Acompanhei seu empoderamento e sua luta pela emancipação e respeito”, ponderou, anunciando em seguida a sua aposentadoria da profissão. “Diante de tudo isso, em respeito ao meu trabalho como dubladora, aos fãs, pela arte da dublagem e, especialmente, pelo respeito a mim mesma, decidi parar de dublar”, afirmou.

Não há qualquer informação a respeito da troca de dubladora da personagem no filme e nas séries animadas. Nas redes sociais, muitos fãs de Iara acabaram atacando o também dublador Guilherme Briggs, responsável pelas vozes de Buzz Lightyear e Superman, por causa de um boato de que seria ele o diretor de dublagem de Aves de Rapina – e consequentemente, responsável pela demissão da dubladora.

Surpreendido pelos ataques, Briggs negou qualquer relação com o episódio em sua conta no Twitter.

Comentários