Após invasão em sua mansão, Taylor Swift bloqueia acesso à praia e deixa vizinhos enfurecidos

Após invasão em sua mansão, Taylor Swift bloqueia acesso à praia e deixa vizinhos enfurecidos - Foto: Reprodução/Instagram

Após invasão em sua mansão, Taylor Swift bloqueia acesso à praia e deixa vizinhos enfurecidos – Foto: Reprodução/Instagram

Em setembro, a mansão que Taylor Swift possui em Rhode Island foi invadida por um homem de 26 anos chamado Richard J. McEwan.

No ato de sua prisão, ele afirmou que queria encontrar Swift, mas não tinha a intenção de machucá-la. Ele ainda entrou na casa sem os sapatos – “para ser educado”, segundo ele.

O rapaz dirigiu de New Jersey até Westerly, em Rhode Island (o que dá mais ou menos 300 quilômetros) apenas para entrar na casa da artista, onde ficou andando pelos cômodos até a chegada da polícia. Detido, ele foi solto após pagar fiança de US$ 5 mil (o equivalente a R$ 20,4 mil, aproximadamente).

Mesmo não estando na casa no momento da invasão, a cantora parece estar encontrando dificuldades para superar a situação. Ela contratou uma equipe de segurança altamente qualificada para proteger sua mansão, que fica à beira de uma praia. Acontece que esses profissionais tem impedido os vizinhos de Swift de frequentar a praia – que é pública.

Os pescadores e vizinhos do local informaram que os funcionários da cantora patrulham a área 24 horas por dia. Segundo informações do colunista A.J. Benza, do site Radar Online, são homens em coletes verde-claros (que lembram o Exército) e que possuem perfil intimidador. Eles colocaram placas de “proibido parar” na rua em frente a casa da artista, e também bloquearam o acesso à praia, deixando as pessoas irritadas com o comportamento.

Um dos vizinhos de Swift resumiu a situação: “Essa invasão a deixou realmente nervosa e eu entendo. Mas ela não pode impedir que as pessoas vão à praia ao lado de sua casa”.

Comentários