CINEMA

Análise crítica: Cats, o filme, se tornou um fiasco pavoroso – e com razão

Cats é um desastre inominável. Cats é um filme de terror traumatizante. Cats é um musical desprovido de beleza. Cats é um drama desprovido de emoção.

Análise: Por que o filme do musical Cats se tornou um fiasco pavoroso - Foto: Reprodução/Universal Pictures
Análise: Por que o filme do musical Cats se tornou um fiasco pavoroso - Foto: Reprodução/Universal Pictures

Redação Publicado em 27/12/2019, às 00h03

Cats é um desastre inominável. Cats é um filme de terror traumatizante. Cats é um musical desprovido de beleza. Cats é um drama desprovido de emoção. Cats é o que acontece quando se junta tudo de ruim em um único filme. É um fiasco de proporções épicas.

Todo mundo desconfiou quando o trailer saiu, no meio do ano. A estranheza do filme como um todo, os efeitos visuais esquisitos, as atuações e escolhas estilísticas do diretor Tom Hooper causaram um impacto no público que reagiu com memes e zoações. Mesmo correndo contra o tempo para tentar melhorar o resultado, o filme – que estreou no dia 25 de dezembro – foi declarado um fiasco. E com razão. Nada poderia preparar o público para o show de horrores praticado pelos atores e equipe técnica.

O fiasco foi tão grande que a Universal Pictures, responsável pelo longa-metragem que investiu 100 milhões de dólares em sua produção, cancelou a campanha do filme para o Oscar. Ou seja: as ínfimas chances de Taylor Swift receber uma indicação por sua música original no trabalho, se já eram pequenas, agora desapareceram de vez.

No vídeo abaixo, o Canal Cinco Tons apresenta argumentos para considerar Cats o pior filme de 2019 – e, sem brincadeira, deve ser um dos piores da década. Mesmo trazendo Ian McKellen, Judi Dench, Idris Elba e James Corden no elenco, Cats é tão errado, em todos os sentidos possíveis, que é impossível fazer uma análise sem se indignar – ou lembrar dos traumas adquiridos durante as duas horas de projeção. Não vale a pena, não mesmo.

Veja o vídeo:

Comentários