Conheça os cozinheiros escolhidos para disputar a segunda temporada do MasterChef

Os finalistas da segunda temporada do MasterChef - Foto: Carol Gherardi/Band

Os finalistas da segunda temporada do MasterChef – Foto: Carol Gherardi/Band

Os finalistas da segunda temporada do MasterChef foram revelados na noite desta terça-feira durante a exibição do reality da Band.

Após terem sido aprovados na primeira etapa pelos jurados Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella, 35 cozinheiros amadores passaram por uma prova eliminatória. Eles tiveram que preparar uma receita com carne de porco. Mas apenas 18 deles foram aprovados e entrarão na cozinha do MasterChef.

Conheça abaixo os finalistas da segunda edição do programa:

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Aritana

Aritana Maroni, 36 anos, é filha do conhecido empresário paulista Oscar Maroni. Irmã mais velha de três meninos, a empresária sempre ajudou sua avó na cozinha quando seus pais viajavam e tinha que cuidar de seus irmãos. Casada, mãe de Igor e Manuela, hoje divide seu tempo na cozinha com o emprego. Conhece bastante de carne, já que seu pai cria gado para corte.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Carla

Carla Correia, 52 anos, é consultora em treinamento comportamental. A paulista é casada e seu grande prazer é cozinhar refeições para a família inteira, principalmente se acompanhadas de um bom vinho. Seu sonho é montar um restaurante em alguma cidade do litoral com seu marido e viver por lá. Carla aprendeu a cozinhar com sua avó materna e sua mãe.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Cássia

Cássia Castro, 18 anos, é estudante e mora em Cuiabá. A garota mais nova da cozinha do MasterChef desenvolveu seu gosto pela culinária através de vídeos que assistiu na internet, além de seguir várias receitas e usar muito a própria criatividade. A estudante diz que não sabe ainda por que começou a se interessar pela gastronomia, já que seus pais não são fãs de irem para o fogão.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Cristiano

Cristiano Oliveira, 37 anos, é agente de trânsito em Porto Seguro, na Bahia. Aprendeu a cozinhar quando precisou se virar sozinho, já que aos 15 anos saiu de casa para morar em São Paulo e trabalhar como dançarino de axé em uma casa noturna. Também ganhou dinheiro fazendo apresentações de capoeira. Cristiano tem uma filha adolescente que se chama Rafaela. Quando o assunto é gastronomia, ele sabe mesmo é fazer pratos típicos baianos.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Fernando

Fernando Kawasaki, 29 anos, é um publicitário de Parapuã, interior paulista. Teve uma infância praticamente rural e vivia o tempo todo no sítio de seu avô. Traz para a sua culinária essa característica caipira devido à convivência com diversos animais de fazenda e à comida feita no fogão à lenha por sua mãe e sua avó. Fernando também se inspira na culinária japonesa para compor os seus pratos.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Gustavo

Gustavo Bicalho, 26 anos, é advogado de Belo Horizonte. Aprendeu a cozinhar para os encontros dos amigos da época do colégio, onde sempre é o chef que comanda o jantar. Considera a gastronomia sua verdadeira paixão e está disposto a largar sua carreira bem sucedida para se tornar um cozinheiro profissional. Aprendeu a cozinhar com a sua avó materna e tem apurado seu paladar com culinárias exóticas do mundo inteiro, como Tailândia, Havaí e Colômbia.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Hamilton

Hamilton Carvalho, 47 anos, é piloto de helicóptero da polícia no Distrito Federal. É casado há 17 anos com Érica Malkine, com quem tem dois filhos e três enteados. Para comportar uma família tão grande, se mudou para uma chácara com uma casa típica de fazenda. Seu pai o ensinou os cortes de carne, enquanto aprendeu a cozinhar com sua mãe. Já sua mulher lhe passou técnicas de confeitaria. Aprimorou seu paladar durante as missões pelo Brasil, experimentando diversas culinárias regionais e pratos exóticos.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Iranete

Iranete Santana, 47 anos, aprendeu a cozinhar na casa da família onde trabalha há 21 anos e também folheando revistas de culinária aos finais de semana. Viúva, mora sozinha e tem uma filha de 24 anos. Atualmente trabalha na casa de duas famílias em São Paulo e conta com as torcidas de suas duas chefes para vencer o reality da Band. Quando criança, trabalhou na roça ao lado do seu pai e aprendeu muito apenas observando as outras pessoas.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Izabel

Izabel Alvares, 31 anos, é produtora de eventos no Rio de Janeiro. Aprendeu a cozinhar com seu pai, Eduardo Alves, um dos maiores tenores do Brasil. Começou a trabalhar desde cedo com produção de moda para o jornal O Globo e chegou a produzir desfiles para a Semana de Moda de Nova York. Depois de rodar o mundo, voltou para a capital fluminense e se tornou produtora e sócia da festa Modinha. Gosta de cozinhar todos os dias, com sofisticação, mas mantendo a simplicidade de nomes e ingredientes.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Jiang

Jiang Pu, 26 anos, é profissional autônoma. Nasceu na China, próximo ao Vietnã, e veio para Brasil aos 12 anos de idade. É formada em Estatística pela USP, mas não se sentiu realizada nessa carreira. Resolveu arriscar tudo e partiu para o mundo da culinária. Aprendeu a cozinhar sozinha e tem facilidade com ingredientes asiáticos e doces.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Larissa

Larissa Douat, 26 anos, é bacharel em Relações Internacionais. Mineira de Araguari, ela aprendeu a cozinhar com sua mãe e sua avó. Gosta da vida simples da fazenda, do rancho e da natureza, refletindo essas características nos seus pratos de inspiração mineira. Já morou fora do país, em Londres, por oito meses, onde teve contato com uma cultura diferente. Sonha em fazer uma faculdade de Gastronomia e trabalhar em um restaurante bacana.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Lucas

Lucas Furtado, 24 anos, é estudante de Engenharia de Produção e servidor público. Abriu mão de tudo em São Roque, interior de São Paulo, para seguir seu grande sonho. Aprendeu as técnicas culinárias observando sua tia e sua mãe no fogão. Gosta de cozinhar com respeito ao alimento, sem gourmetizar tudo que vê pela frente.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Marcos

Marcos Baldassari, 34 anos, é administrador. Aprendeu a cozinhar desde cedo graças à influência de seu avô. Foi com ele que o paulista aprendeu sobre como funciona a gastronomia e como a comida pode reunir e envolver as pessoas. Cresceu experimentando de tudo e já testou todos os tipos de ingredientes possíveis. Tem paixão pela comida italiana, devido a sua ascendência, mas tem grande curiosidade pela culinária mundial.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Murilo

Murilo de Oliveira, 26 anos, é analista de marketing. De Londrina, no Paraná, aprendeu a cozinhar quando foi morar sozinho há dois anos e só então descobriu sua paixão pela gastronomia. Apesar disso, sempre observou à distância sua avó na cozinha de sua casa. Em sua culinária, tenta resgatar os sabores da sua infância, valorizando ingredientes locais e dando um toque de modernidade.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Patrízia

Patrizia Martins, artista plástica nascida e criada em São Paulo, considera a cozinha um braço da arte por envolver o olfato, o paladar e a visão em sua experiência degustativa. Tem duas filhas, é casada e adora gatos. Começou a se envolver com o mundo das artes visuais ainda quando era pequena, devido à influência de uma prima. Aprendeu a cozinhar sozinha, quando passou a morar só após a morte da sua mãe. Prefere fazer doces, sobremesas e bolos, mas também se destaca nas massas e carnes vermelhas.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Raul

Raul Lemos, 34 anos, é publicitário. De Santos, veio para a capital paulista tentar a vida. Formado em Marketing, passou os últimos 15 anos trabalhando em agências de comunicação. Em 2014, resolveu mudar de rumo e correr atrás do seu verdadeiro sonho, antes tratado apenas como um hobby: se tornar um chef de cozinha. Aprendeu a cozinhar o básico com a família e se aprimorou através de livros e da internet. Sua comida tem influência de suas viagens ao exterior, onde pode experimentar culinárias como a indiana, árabe, libanesa e asiática.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Rodrigo

Rodrigo Serra é advogado, mas sonha mesmo em se tornar um chef de cozinha. Para ele, a participação no MasterChef Brasil servirá como um divisor de águas para saber se deve transformar sua paixão em uma nova carreira. Esse amor pela cozinha só aumentou nos últimos anos, depois que ele passou a preparar as refeições para suas filhas e sua mulher todas as noites após o trabalho.

Foto: Divulgação/ Band

Foto: Divulgação/ Band

Sabrina

Sabrina Kanai, de 29 anos, é microempresária e possui uma loja própria de lingeries. Nasceu em São Paulo, mas se mudou para o Rio de Janeiro depois de ter se casado. Sempre encarou o fogão, por influência de sua mãe, cozinheira de mão cheia. Porém, o seu amor pela gastronomia aumentou mesmo após o casamento, pois seu marido francês é apreciador de boa comida. Gosta da culinária francesa, italiana e oriental. Com seu marido, sonha em abrir um restaurante com vista para o mar na praia do Preá, no Ceará.