Império

Elizângela comenta morte de sua personagem em Império: “Achei um desperdício”

Elizângela em "Império" Crédito: Globo/Ellen Soares Apesar de Império só terminar em março, Elizângela e Flávio Galvão já estão se despedindo da trama de

Elizângela em “Império” Crédito: Globo/Ellen Soares
Elizângela em “Império” Crédito: Globo/Ellen Soares

Redação Publicado em 28/01/2015, às 17h29

Apesar de Império só terminar em março, Elizângela e Flávio Galvão já estão se despedindo da trama de Aguinaldo Silva, já que Jurema e Reginaldo irão morrer nos próximos capítulos. Em entrevista para o jornal Extra, desta quarta-feira (28), a atriz não se mostrou satisfeita com o desfecho de sua personagem.

“Fiquei chocada de ser resolvido assim. Imaginei que ela teria uma postura mais firme diante dessa situação toda, que ela vingasse a morte do filho, encontrasse o assassino. Recebi cenas bonitas dela sofrendo, buscando o filho, que fico triste por ela não conseguir. Achei um desperdício”, declarou Elizâgela.

Já o ator Flávio Galvão se mostrou mais compreensivo em relação a morte de Reginaldo: “Às vezes, alguém precisa morrer para outro crescer”.

Na história, Jairo (Julio Machado), filho de Jurema, morreu ao levar um tiro de Cardoso (Ravel Cabral), após mais uma das armações da vilã Cora (Marjorie Estiano, que na época ainda era interpretada por Drica Moraes).

Comentários