Cenapop
FAMOSOS

“Os médicos dizem que vivi um milagre”, diz vovó Naná, do BBB 9, após cinco AVCs

Vovó Naiá falou sobre sua recuperação após sofrer cinco AVCs
Vovó Naiá falou sobre sua recuperação após sofrer cinco AVCs - Foto: Reprodução/ TV Globo e Arquivo pessoal

Redação Publicado em 27/07/2020, às 06h27

Uma das figuras mais icônicas do BBB 9, Naiá Barros, a Vovó Naná, de 72 anos, está lutando para se recuperar das sequelas deixadas após sofrer cinco AVCs em março de 2018.

Com a visão e a fala comprometidas, dificuldade para andar e parte do lado esquerdo do corpo paralisado, a ex-BBB contou ao jornal Extra que teve medo de morrer após o acidente e que reaprendeu a andar em um guindaste.

“Foram cinco AVCs, um atrás do outro. Fiquei dez horas no chão esperando socorro. Pensei no pior, tive medo, mas nunca me faltou fé. Meu lado esquerdo do braço e da perna ficaram paralisados. Caminho com dificuldade, com uma bengala. Precisei aprender a andar num guindaste. A fala ficou bem comprometida, estou com dificuldade de enxergar e teclar. Os médicos dizem que, pelo jeito que eu estava e fiquei, o que aconteceu comigo foi um milagre”, disse ela.

Isolada em seu apartamento em Indaiatuba, em São Paulo, próximo à casa de uma das filhas, Naiá conta com a ajuda de uma cuidadora para se virar no dia a dia. À publicação, ela contou que tem bastante saudade de trabalhar.

“Sinto muita saudade de trabalhar. Ficar em em casa é horrível. Passo o dia vendo TV. Mas também fico com um pouco de vergonha de sair, porque sou vaidosa. Eu era uma pessoa tão bonita e não estou mais assim agora. Não tenho mais vaidade. A idade vai chegando...”, lamentou.

Vivendo com a ajuda dos quatro filhos, Naiá contou que a família (ela tem 6 netos e um bisneto) são sua grande alegria: “Meu filho me ajuda, ele tem condições e me ajuda em tudo. O que eu gasto de remédio... Eu tomo remédio para o coração, para diabetes, pressão, pra tudo”, revelou.

Após a sequência de AVCs, Naiá disse que resolveu terminar o namoro com o companheiro 28 anos mais jovem: “Ele é meu amigo agora. Depois que eu tive AVC, não quis mais namorar”, completou.

Comentários