FAMOSOS

Ex-BBB Thyrso planejou segunda filha para dar irmã a primogênita com Síndrome de Down: "Aprendi sobre resiliência e empatia"

Chef de cozinha celebrou saúde das filhas, Maria Cecília (2) e Mariana, de 2 meses

Thyrso ainda falou sobre as dificuldades que tem enfrentado na gastronomia durante a pandemia da Covid-19
Thyrso ainda falou sobre as dificuldades que tem enfrentado na gastronomia durante a pandemia da Covid-19 - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 18/05/2021, às 09h54

O chef de cozinha e ex-BBB, Thyrso Mattos, falou sobre o desejo de ter segunda filha para poder dar uma irmã a primogênita com Síndrome de Down, Maria Cecília, e contou sobre as dificuldades que tem enfrentado na gastronomia durante a pandemia da Covid-19. 

Thyrso contou sobre ter planejado Mariana, de 2 meses: "Mariana foi planejada desde que soubemos que Maria teria Síndrome de Down. É muito falado da importância de um irmão, especialmente para as crianças com essa característica pelos inúmeros estímulos que ela passa a ter 24 horas por dia. Então, tão logo o obstetra da Fernanda liberou encomendamos a Mariana."

"Coincidentemente foi gerada quando a pandemia chegou ao Brasil", revelou. Casado com Fernanda, o chef afirmou ter medo no início: "No início houve sim um medo maior, até mesmo porque a Fernanda estava trabalhando na linha de frente, mas assim que tivemos o exame positivo ela foi afastada e está até hoje, agora de licença maternidade. O que por um lado também foi bom para a Maria, pois ela pôde acompanhá-la bem de perto durante todo esse tempo."

Ele afirma que ser pai de menina é maravilhoso: "As meninas são muito carinhosas, apegadas e eu me divirto muito com elas. Faço de tudo sim, levo nas terapias, troco fraldas, dou mamadeira, coloco para dormir, o que vier a gente faz. Por isso que minhas redes sociais viraram quase que só delas, elas viraram meu centro mesmo. Com a paternidade aprendi que regras e disciplina são muito importantes. Depois de 40 anos sem rotina, é tudo muito diferente."

Aos dois anos, ele diz que Maria Cecília irá começar a ir para a escola: "A única diferença dela para outra criança são mesmo as terapias e estímulos extras. Ela faz e fará tudo que todo mundo faz, mas num tempo um pouquinho maior. Sem dúvida o meu maior aprendizado com ela foi a ter mais paciência. Mesmo porque essa fase de dois anos é bem difícil, ela nos testa o dia inteiro, está aprendendo sobre limites. Mas também aprendi muito sobre resiliência e empatia, sem dúvidas". Thyrso ainda aconselhaoutros pais sobre a Síndrome de Down:

"Para os pais que estão descobrindo a Síndrome de Down agora, seja durante a gestação ou na hora do parto, só tenho a dizer que é maravilhoso, de verdade. Todo mundo tem direito a uns dias de susto, de cair a ficha, mas leiam, busquem informação, corram atrás, estimulem seus filhos, brinquem juntos, passeiem, descubram o mundo". O chef ainda relata as dificuldades que tem passado para trabalhar na gastronomia por conta da pandemia: "Antes da pandemia estava com o projeto de abrir um restaurante em Belo Horizonte, mas veio a pandemia e tudo mudou."

Ele prosseguiu: "Por um lado foi bom ter vindo antes de realmente acontecer, porque é muito triste ver tantos empreendimentos antigos encerrando as atividades por terem que se manter fechados por períodos tão longos. É muito difícil se manter sem renda entrando. Então trabalhei só com outros projetos mais remotos mesmo". Quando questionado se voltaria a participar do BBB, ele afirma: "Quanto ao BBB voltaria sim, adoraria, porque é muito diferente da minha época. Daquele tempo, ainda tenho o mesmo amor pela cozinha, sem dúvida. Mas sou uma pessoa mais calejada pela vida."

"Todo mundo muda com o passar dos anos. Mas o programa de agora tem muito mais prêmios e as redes sociais fazem toda diferença. Tenho vários amigos que também são ex-BBB, como a Cida, a Thaís, o Moisés e o Cowboy que foram da minha edição e outros como o Emílio Zagaia, Rogério Padovan, o Ralf, o Dandan", completou. 

Comentários