FAMOSOS

Nirvana: advogados da banda pedem fim de processo aberto por "bebê de Nevermind"

Spencer Elder pede indenização pelo uso de sua imagem na capa de "Nevermind", do Nirvana

Spencer Elden processou o Nirvana por uso de sua foto na capa de álbum clássico - Foto: Reprodução / Instagram
Spencer Elden processou o Nirvana por uso de sua foto na capa de álbum clássico - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 29/12/2021, às 10h09

Representantes da banda Nirvana pediram na justiça norte-americana o fim do processo aberto por Spencer Elden, rapaz que, quando bebê, foi a estrela da capa do disco "Nevermind", que se tornou um dos maiores clássicos do rock moderno.

Elden tinha quatro meses quando teve uma foto sua ilustrando a capa do trabalho. Atualmente com 30 anos, ele entrou com um processo contra a banda e pediu uma indenização de 150 mil dólares (cerca de 840 mil reais em cotação atual) para os 15 réus -- entre eles, os dois membros remanescentes do grupo e Courtney Love, viúva de Kurt Cobain.

Nos documentos do processo, advogados de Elden alegaram que houve "exploração sexual infantil comercial, desde quando Elden era menor de idade até os dias atuais" e que a foto vende a impressão de que o rapaz é "um trabalhador do sexo - agarrando-se por uma nota de um dólar".

Advogados de Dave Grohl Krist Novoselic; que fizeram parte do Nirvana ao lado de Kurt Cobain; de Courtney Love, e de Kirk Weddle, fotógrafo da imagem, solicitaram que o processo seja encerrado, pois consideram que o tempo limite para sua abertura foi ultrapassado. Alegam também que a acusação de abuso sexual infantil "não é séria", o que pode ser provado "com uma breve análise da imagem."

"A foto evoca temas de ganância, inocência e a imagem de um querubim na arte ocidental", diz ainda o pedido enviado pelos réus.

Elden também alegou em seu processo que a capa de "Nevermind" causou "danos permanentes" em sua vida, como "sofrimento emocional extremo e permanente com manifestações físicas", e acusa a obra de tê-lo feito "perder educação, dinheiro e oportunidades de aproveitar a vida".

Por outro lado, advogados do Nirvana afirmam que o rapaz "passou três décadas fazendo dinheiro como uma celebridade por ser 'o bebê do Nirvana', incluindo ao recriar a capa para os aniversários de 15 e 25 anos do álbum" e lembraram que Elden tem uma tatuagem com o nome do álbum em seu peito.

Por fim, representantes da banda pediram uma audiência para apresentar o pedido de anulação do processo para janeiro.

Comentários