FAMOSOS

Namorado de Sasha, João Figueiredo pede para as pessoas pararem de lhe pedir dinheiro

Cantor gospel disse que já foi criticado por negar ajuda financeira

João Figueiredo contou que recebe muitos pedidos de ajuda financeira - Foto: Reprodução/ Instagram
João Figueiredo contou que recebe muitos pedidos de ajuda financeira - Foto: Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 14/07/2020, às 06h10

Namorado de Sasha Meneghel, João Figueiredo usou seu Instagram, na noite da úlitma segunda-feira (13/07), para fazer um desabafo e também para pedir para as pessoas pararem de lhe pedir dinheiro na web.

Na rede social, o cantor gospel explicou que recebe muitos pedidos de ajuda financeira e também de pessoas que querem viajar e celulares caros, e que é xingado quando diz que não pode ajudar.

“Eu nem ia vir aqui falar sobre isso. Sempre recebo mensagens de pessoas pedindo dinheiro, iPhone, diversas coisas. Eu sempre vi e não posso sair dando dinheiro e iPhone para as pessoas. Primeiro: não é minha obrigação. Segundo: eu não tenho condição de fazer isso. Até gente pedindo pra ajudar a quitar casa, ‘meu sonho é ir para Disney, me ajuda a viajar’”, começou ele.

Na gravação, João conta que chegou a ser marcado por um internauta em uma postagem após ele se negar a pagar uma dívida.

“Recentemente, recebi mensagem de um perfil, de um cara, que tinha uma amiga que estava em depressão por causa de uma dívida. Ele estava preocupado dela se matar, me pedindo dinheiro. Eu respondi: ‘não posso te ajudar com dinheiro, mas você pode procurar ajuda a respeito da depressão em outros meios, vê se o governo oferece alguma ajuda’. Essa pessoa me marcou no story, falando que se decepcionou comigo, que rejeitei ajuda para alguém com depressão. Simplesmente, não é nossa obrigação de dar dinheiro para ninguém. Não tenho essa obrigação. E falar mal de mim na internet é absurdo”, desabafou.

Em seguida, o cantor disse que tenta ajudar quando percebe que pode fazer a diferença.

“Quando é a respeito de doença, de tratamento, eu sempre vou ajudar a divulgar, mas se eu não puder ajudar financeiramente... eu não sou obrigado. E não é por isso que sou a pior pessoa do mundo. Por favor, as pessoas precisam ter um pouco de noção. Tem coisas que você vê que a pessoa não tem noção e sai falando mal de mim, como se eu devesse algo. Desculpa, amigo, se você precisa de dinheiro, tem um monte de endividados no Brasil. Não sou eu que vou resolver seu problema. Vai trabalhar e ora a Deus. Deus vai te ajudar, tenho certeza”, aconselhou.

“Isso tem que acabar. Tem pessoas que se escondem atrás de um perfil fake para te xingar. Quantas mensagens eu e amigos meus recebemos diariamente, de xingamento, que a pessoalmente a pessoa nunca teria coragem de falar aquilo. E não se expõe porque pode até ser condenada por isso”, completou ele, criticando as contas falsas na rede social.

Comentários