FAMOSOS

Monique Curi reflete sobre sexo durante menopausa: "Fugia do meu marido"

Monique Curi comentou ainda sobre a falta de libido

Atriz admite ter ficado assustada no início da transição - Reprodução / Instagram @moniquecuri_real
Atriz admite ter ficado assustada no início da transição - Reprodução / Instagram @moniquecuri_real

Redação Publicado em 19/01/2022, às 08h12

Monique Curi contou e refletiu sobre o processo de aceitação da menopausa, admitindo ter ficada no início, além da falta de libido. A atriz de 53 anos comentou o assunto ao receber a uroginecologista Lilian Fiorelli em seu canal no Youtube. 

Monique revela: "Fugia do meu marido igual o diabo foge da cruz. No começo eu fiquei assustada. Porque menopausa para mim, eu achava que era coisa de velha. E eu me perguntava como ia falar para o meu marido que eu estava na menopausa. Eu tive calores horrorosos, falta de libido. Me enchia de creme no cabelo, botava aqueles coques, pijama de flanela e mesmo assim o homem me queria", relembrou ela.

"E eu falava: 'não, Léo (Leonardo Mattos, seu marido), pelo amor de Deus!. Tive os calores, insônia, ficava sem dormir à noite inteira". Após realizar um tratamento com hormônios, Curi diz se sentir melhor com a menopausa. Lilian diz que os sintomas da atriz têm relação com a perda de hormônios, causa natural durante o período da mulher. "Tem mulheres que passam longos anos sentindo os sintomas antes de entrar na menopausa. Isso é porque você acaba diminuindo a reserva do ovário pré-ovulatório."

"Então a mulher nasce com uma quantidade de óvulos, ao longo dos anos ela vai ovulando uma vez por mês, mesmo que use anticoncepcional, vai perdendo esses óvulos. E por volta dos 40 anos, já começa uma queda um pouco mais brusca. E ela vai sentindo gradualmente durante esses anos, todos esses sintomas, período que chamamos de climatério", explicou a profissional. Monique ainda conta que pensou acreditar que a menopausa estava relacionada com a velhice. "As mulheres da década de 70, 80, quando eu era pequena, a gente percebia que quando ela chegava nos 50 anos, elas aceitavam."

A artista prosseguiu: "Ficavam sem namorar os maridos, aquela vidinha mais ou menos, iam engordando, por isso que a gente tinha a sensação de que elas eram velhas. Hoje você não ver mulher de 50 anos assim, gente. Nós estamos bombando hoje eu uso gel, faço tratamento. E digo que eu amo a menopausa, porque não menstruo mais, não tenho mais os sintomas, os hormônios me equilibraram e falo com o maior orgulho do mundo que eu estou na menopausa."

"Porque eu me sinto maravilhosa com 53 anos, acho que eu estou no melhor momento da minha vida. Me olho no espelho, gosto do que vejo e estou na menopausa", completou. 

Comentários