FAMOSOS

Juliana Paes explica dificuldades que enfrenta depois de largar o cigarro: "Cerveja é gatilho"

Atriz deu entrevista para o canal de Thais Fersoza no YouTube e falou sobre vício

Juliana Paes fala sobre quarentena e abandono do vício em cigarro - Foto: Reprodução / YouTube
Juliana Paes fala sobre quarentena e abandono do vício em cigarro - Foto: Reprodução / YouTube

Redação Publicado em 17/03/2021, às 20h48 - Atualizado às 20h48

Juliana Paes foi entrevistada no canal de Thaís Fersoza nesta semana, e falou sobre como tem passado a sua quarentena, causada pelo novo coronavírus, além de comentar sobre a evolução de um projeto muito pessoal: a atriz de 41 anos abandonou o vício do cigarro.

"Não posso dizer que sou demais, que sou fera. Eu fiquei com medo. Eu tenho bronquite, asma e todas essas coisas. Eu não posso ser a pessoa que fuma várias vezes por dia, é mais veneno pra mim do que para pessoas que não têm problemas respiratórios", começou ela.

Juliana prosseguiu: "Eu tive uma crise em abril, no começo da pandemia, de ficar toda entupida. Falava: 'Meu Deus, eu vou morrer se pegar covid-19, que ataca essa área. Se eu tiver debilitada, vou parar num respirador", recordou.

"Usei aqueles adesivos (de nicotina, usado por pessoas que tentam largar o cigarro) e funcionam. A gente tem a fissura pelo gesto, a companhia, a fumaça... tudo! São muitas coisas. Mas a parte química, o patch dá conta", comemorou.

No entanto, falou de um efeito colateral: "Dei uma descontada na comida. Acho que não vou voltar. É um vício muito maldito. Morro de vontade. Se eu tomar uma cerveja, meu Deus... cerveja é o gatilho. Não é fácil. Nunca vou dizer nunca, mas pretendo não voltar", complementou.

Comentários