FAMOSOS

Juliana Paes é criticada nas redes sociais após comentário sobre Cuba: "Bolsominion"

Juliana Paes vem sendo chamada de "bolsominion" por suas posições políticas

Juliana Paes já recebeu críticas por defesa de posicionamentos isentos - Foto: Reprodução / Instagram
Juliana Paes já recebeu críticas por defesa de posicionamentos isentos - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 13/07/2021, às 10h48

Juliana Paes é frequentemente apontada pelo público nas redes sociais como uma "bolsominion" -- apelido jocoso que faz referência aos partidários de Jair Bolsonaro (sem partido-RJ). Nesta semana, ela se envolveu em mais uma polêmica política e foi novamente criticada.

A atriz, que antes defendeu o "direito de ser isento" em relação ao governo do país, fez comentários sarcásticos a respeito da situação de Cuba, que tem enfrentado protestos contra e a favor de seu governo.

Em uma postagem no Instagram cujo texto acusava Cuba e seus defensores de ser "refém da ideologia" de esquerda, Juliana fez menção ao "silêncio" de perfis engajados no Twitter que a haviam criticado por sua posição neutra na política do Brasil. 

"Mas hoje tá um silêncio aquele Twitter (ou tô delirando?)", escreveu a artista, usando o sarcasmo, já que ela viralizou antes justamente por ver "delírios comunistas" no Brasil.

Não demorou para que o público compartilhasse o comentário de Juliana criticando sua posição. Veja alguns deles:

Juliana Paes é chamada de bolsominion por comentário sobre Cuba.
Juliana Paes é chamada de bolsominion por comentário sobre Cuba - Foto: Reprodução/Instagram
 

No mês passado, Juliana entrou em outra polêmica ao ser chamada de "bolsominion" por defender Nise Yamaguchi, médica que foi uma das maiores vozes em defesa da cloroquina no Brasil, e que havia sido chamada a depor na CPI da Covid, que ocorre no Senado Federal.

Depois de ser pressionada pelas redes sociais, a atriz se manifestou e negou apoiar o governo de Bolsonaro. "Estamos vivendo um dos momentos mais nebulosos. O mundo inteiro está angustiado. Qualquer assunto é politizado. É um maniqueísmo. Eu não sou bolsominion, como adoram acreditar", disse na época.

Entretanto, declarou que também não tem afeição pela oposição ao governo. "Tenho críticas severas a este que nos governa, mas tampouco quero que a oposição que está presente no momento assuma o governo. Eu estou em um ambiente em que não me sinto representada por ninguém".

No começo de julho, ela compartilhou com seus seguidores que recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19. Na foto, publicada através da função Stories, ela aparece recebendo a dose, e escreveu: "Vacinada! Uhul".

Comentários