FAMOSOS

Jovem diz que apanhou de amigos de Ludmilla e desabafa: “Três homens me bateram e caí no chão”

Raiane Moreira diz que três homens partiram para cima dela na saída de uma boate

Raiane Moreira contou que três homens amigos de Ludmilla a atacaram na saída da boate - Foto: Reprodução/ Instagram
Raiane Moreira contou que três homens amigos de Ludmilla a atacaram na saída da boate - Foto: Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 30/10/2020, às 16h20

Estudante de psicologia, Raiane Moreira, de 21 anos, contou que foi agredida por um grupo de amigos da cantora Ludmilla na saída da boate All In Lounge, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Em seu Instagram, a jovem desabafou, e chorando, revelou que registrou boletim de ocorrência. Além de ser ameaçada verbalmente, Raiane disse ter sido jogada ao chão por “três ou quatro homens”.

“Eu estava lá porque eu divulgo a boate, eles (Ludmilla e os amigos) chegaram depois. Nada aconteceu, estávamos frente a frente no camarote. Em momento nenhum eu falei com eles, debochei, nada... Eles tentaram várias vezes me encarar dentro da boate, mas eu não revidei o olhar. Meus amigos que me avisaram. Na hora de ir embora, parece que planejaram tudo. Saíram eu e mais 3 amigos. O restante ficou preso na boate porque o segurança não deixou sair”, disse ela, ao jornal Extra.

Na gravação compartilhada na web, ela conta: “Na saída da boate, foram atrás de mim. Quatro ou três homens me juntaram na porrada. Caí no chão”, diz ela.

“Começaram a me bater. Não é a primeira vez que me ameaçam. Agora foi pessoalmente, depois de me agredir. Estou com medo, porque são todos homens, sabem onde eu moro, óbvio, eram meus amigos. Andavam comigo. Vou atrás da Justiça, não vou ficar calada. Não interessa quem seja e com quem anda. Ainda mais três homens contra uma mulher. Isso é um absurdo”, desabafou.

No Twitter, Raiane disse que precisou acordar a mãe de madrugada por causa da confusão que a fez ir até a delegacia, e aproveitou para agradecer um amigo que a ajudou quando percebeu que ela estava em perigo.

Raiane registrou o boletim de ocorrência na 16 DP (Barra da Tijuca) e também foi até uma unidade médica para realizar exames. Ela explicou que era amiga de Ludmilla, e que a amizade terminou por causa de uma fofoca.

“Já fui amiga da Ludmila, de frequentar a casa dela. Não sigo os passos dela, não sou como eles, eu tenho a minha vida e, de certa forma, incomoda todo aquele grupo. Única ‘briga’ que tivemos foi quando saiu a fofoca de que ela traía a namorada. Eu estava dando razão para fofoca porque era verdade mesmo. Com isso, ela me excluiu do grupo de amizade”, explicou.

Procurada, a assessoria da cantora disse que Ludmilla não presenciou a briga porque estava dentro da casa noturna: “Ludmilla estava dentro da casa noturna e não fora. Mas, de fato, ela não presenciou nada”, diz o comunicado.

O amigo de Raiane que a defendeu dos agressores explciou que os seguranças do local facilitaram a entrada dos envolvidos na briga.

Comentários