FAMOSOS

Gabriela Duarte é bombardeada na web após entrevista polêmica da mãe: “Precisa ser interditada”

Atriz recebeu centenas de comentários de internautas repudiando posicionamento de Regina Duarte durante entrevista à CNN Brasil

Gabriela Duarte foi bombardeada na web após entrevista de Regina Duarte à CNN Brasil - Reprodução/ Instagram
Gabriela Duarte foi bombardeada na web após entrevista de Regina Duarte à CNN Brasil - Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 08/05/2020, às 11h38

A polêmica participação de Regina Duarte em um programa jornalístico exibido pela CNN Brasil continua rendendo desdobramentos.

Incômodos com o posicionamento da atual secretária especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro, os internautas estão bombardeando Gabriela Duarte, filha de Regina, com “pedidos de interdição” e duras críticas.

“Amanda, desculpa me intrometer, mas não seria o caso de interditar sua mãe?”, quetionou uma seguidora, na postagem mais recente feita pela atriz no Instagram. “Tu não tem vergonha da tua mãe não? Pelo amor de Deus!”, postou outra. “Eu teria vergonha, mta vergonha de ter uma mãe como a sua! Chocada”, escreveu mais uma. “Foi um absurdo e deplorável o que a sua mãe falou hoje na CNN sobre os mortos da ditadura. Dá uns toques nela porque ela PRECISA. Assistir uns documentários, quem sabe ler uns livros de história talvez ajude”, comentou um seguidor.

Durante a entrevista, Regina Duarte fez pouco da tortura e das mortes cometidas pelo Estado no período de ditadura militar. Ao falar sobre as vítimas da pandemia do novo coronavírus, a atriz também minimizou o problema.

“Na humanidade não para de morrer. Se você falar vida, do lado tem morte. Não quero arrastar um cemitério de mortos nas minhas costas, não desejo isso para ninguém. Sou leve, estou viva”, declarou.

A entrevista também foi marcada por um chilique de Regina Duarte após uma cobrança feita em vídeo por Maitê Proença.

“Baixo nível isso! Vão colocar fala dela?”, questionou Regina, visivelmente contrariada. “Vocês estão desenterrando esse vídeo para quê? O que vocês ganham com isso?”, questionou.

No vídeo, Maitê Proença diz que o governo “não fala com a classe”, e pede que a secretária da cultura fale com os artistas.

“A Cultura está perplexa com a falta de informação com o que tem sido feito: o proposto daquilo que foi prometido: o proposto. É inexplicável o silêncio sobre uma política para o setor. Nós estamos sobrevivendo de vaquinhas. Nesse túnel comprido, e sem futuro a vista para arte, que afinal, se faz juntando gente. Mas, afinal, até quando isso vai se sustentar. São muitos poucos os que têm reservas financeiras para milhares [de artistas] que estão à míngua. Enquanto isso, morrem os nossos gigantes: Rubens, Aldir... Nenhuma palavra de nosso presidente, de nossa secretária. Regina, eu apoiei desde o início o seu direito a posição que divergia da maioria. Regina, fala com a gente”, pediu Maitê.

Irritada, Regina reclamou: “Muito obrigada. Muito obrigada. Foi preciso eu dar um chilique. Me desculpem os telespectadores. Para quê? Eu tinha tantas coisas bacanas para falar e vocês desenterram mortos. Vocês estão carregando um cemitério nas costas”, disse ela, aos âncoras Reinaldo Gottino e Daniela Lima.

A CNN Brasil se posicionou sobre o comportamento de Regina Duarte e lamentou o ocorrido.

“A CNN Brasil esclarece que a secretária da Cultura interrompeu a entrevista exclusiva no final da tarde de hoje, no programa CNN 360º. A interrupção ocorreu quando foi exibido um depoimento da atriz Maitê Proença, solicitado pela emissora no início da tarde de hoje, para debater as questões do setor cultural no Brasil. A secretária entendeu que o vídeo de Maitê se tratava de uma gravação antiga e decidiu então encerrar a sua participação. A CNN lamenta o episódio e reafirma o seu compromisso de sempre ouvir todos os lados”, diz um comunicado do canal.

Comentários