Cenapop
FAMOSOS

Expulso do BBB, Marcos Harter processa a TV Globo e pede R$ 750 mil

Marcos Harter em foto atual, e na época em que participou do BBB, juntamente com Emilly Araújo
Marcos Harter em foto atual, e na época em que participou do BBB, juntamente com Emilly Araújo - Foto: Reprodução/ Instagram e TV Globo

Redação Publicado em 03/03/2020, às 09h58 - Atualizado às 10h19

Um dos participantes da 17ª edição do Big Brother Brasil, Marcos Harter está processando a TV Globo por danos morais. O valor pedido pelo cirurgião é uma bolada: R$ 750 mil.

De acordo com Bruno Zilberman, advogado contratado para cuidar do caso, o cirurgião plástico – que foi expulso do reality por agredir Emilly Araújo, fato não comprovado pela investigação movida pela própria TV Globo na época – teve sua imagem prejudicada.

“Ele foi expulso do programa por ter supostamente agredido uma participante. Só que o juiz do caso criminal que a própria Rede Globo instaurou, inclusive, não aplicou a lei Maria da Penha. Ou seja, não houve agressão à mulher”, alegou o advogado.

À coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia, a defesa de marcos ressaltou que Emilly Araújo agrediu Marcos Harter com unhadas em uma das discussões do casal na atração e que a campeã da edição sequer abriu um procedimento criminal na Justiça contra o médico:

“Ele foi agredido pela Emilly e até reclamou no programa das unhadas dela. Então, se a emissora tinha que expulsar participante, deveria expulsar os dois e não apenas ele. A Emilly deixou passar o prazo para processá-lo criminalmente, ou seja, ela nem teve interesse em prosseguir com qualquer ação criminal contra ele”, diz Bruno.

Segundo o advogado, Marcos foi prejudicado por ter saído do programa com uma imagem manchada de “agressor de mulher”, além de ter sido expulso de forma premeditada:

“Marcos é médico, cirurgião plástico e mais de 90% do seu público é de mulheres que querem melhorar as imagens delas com ele. Ele saiu do programa sendo visto como ‘agressor de mulher’, o que foi mais do que provado que isso nunca aconteceu. Os fatos indicam que a Rede Globo o expulsou de maneira absolutamente premeditada. A Globo passou 24h sem dar uma nota sobre a discussão do casal que aconteceu naquela madrugada da suposta agressão. Veio o paredão e o Marcos saiu vitorioso com apenas 20% de rejeição. Do nada a Globo resolve chamar a Emilly no confessionário para perguntar se ela tinha se sentido agredida e a partir disso tirar o Marcos a três dias da final. Isso é no mínimo estranho”, concluiu o advogado.

Comentários