FAMOSOS

Apresentador que chamou Ludmilla de macaca fala sobre a polêmica: “É um vício de linguagem”

Marcão do povo se defendeu dizendo que macaca é um vício de linguagem - Foto: Divulgação O apresentador Marcão Chumbo Grosso, que comanda o Balanço Geral na

Marcão do povo se defendeu dizendo que macaca é um vício de linguagem - Foto: Divulgação
Marcão do povo se defendeu dizendo que macaca é um vício de linguagem - Foto: Divulgação

Redação Publicado em 18/01/2017, às 13h04 - Atualizado às 13h18

O apresentador Marcão Chumbo Grosso, que comanda o Balanço Geral na Record TV Brasília, resolveu falar sobre o episódio polêmico que protagonizou no último dia 9/01, quando se referiu à cantora Ludmilla como “macaca”, durante um programa ao vivo.

Marcão explicou que não teve a intenção de ofender a cantora, e que macaca é um vício de linguagem que carrega de sua cidade natal:

“O momento em questão está fora de contexto. Como é público e notório, eu sou de uma cidade do interior do Tocantins, aonde cresci e desenvolvi diversos costumes, dentre os quais alguns vícios de linguagem”, explicou.

“A expressão citada pela reportagem é uma delas: em nenhum momento quis ofender a cantora por sua cor. O termo ‘macaco’ é utilizado no Centro-Oeste sem teor pejorativo. Por exemplo: é bastante comum ver pessoas falando ‘fulano é macaco velho’, pois já tem certa vivência em determinada coisa. É a mesma situação presente no vídeo, com a simples mudança do adjetivo que acompanha o termo. A acusação de racismo não procede”, continuou.

O apresentador ainda se defendeu dizendo que tem uma carreira marcada por respeito a todos: “Minha carreira é marcada por respeito a todos, independente de cor, raça, credo ou qualquer outra coisa”, completou.

Ludmilla vai prestar queixa por discriminação racial

Após a repercussão do comentário feito por Marcão, Ludmilla decidiu que irá prestar queixa por discriminação racial. Através de sua assessoria, ela informou que irá “tomar todas as medidas legais cabíveis.”

Em seu Instagram, a cantora contou que o apresentador usou o programa para “ofender, menosprezar e propagar todo o seu ódio”.

Ludmilla irá prestar queixa por discriminação racial – Foto: Reprodução/ Instagram

“Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu ódio. Não deixaremos impune tais atos, trata-se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão Marcão não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional. Como já foi dito por Paulo Autran, ‘todo preconceito é feito da ignorância’, visto que os racistas não possuem um conhecimento de moralidade, tratando sua própria cor de pele como superior e única. Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário”, escreveu Ludmilla.

Ao noticiar que Ludmilla estava evitando fotos com fãs, Marcão fez o seguinte comentário:

“É uma coisa que não dá para entender. Era pobre e macaca, pobre, mas pobre mesmo. Sempre falo, eu era pobre e macaco também”, disse.

Comentários