CURIOSIDADES

Garotinha de 7 anos monta negócio para ajudar a família e viraliza na web

Com a ajuda da mãe, Luiza Alves montou barraquinha de doces para ajudar a família

Luiza Alves contou com a ajuda da mãe para montar barraquinha de doces - Foto: Reprodução/ Twitter
Luiza Alves contou com a ajuda da mãe para montar barraquinha de doces - Foto: Reprodução/ Twitter

Redação Publicado em 19/05/2020, às 10h28

Luiza Alves, de apenas 7 anos, viralizou na web na última segunda-feira (18/05), após abrir seu primeiro negócio; uma barraquinha de doces, montada na calçada em frente de sua casa.

Em um perfil administrado por sua mãe, Nanda Alves, de 23 anos, a garotinha aparece toda feliz atrás do “balcão” esperando por seus clientes.

Ao falar sobre o negócio da filha, Nanda explicou que toda a ideia foi de Luiza, e que ela a procurou para pedir um “capital” para começar a empreender: “Minha filha de 7 anos cismou que quer ter o próprio negócio... Segundo ela para ajudar em casa (rs)... Hoje comprei doces e montei a barraquinha dela ...”, postou no Twitter.

A história viralizou, chegou até famosos e as duas receberam muitos elogios pela atitude. Preocupados com a pandemia do novo coronavírus, alguns seguidores do perfil da mamãe a procuraram para alertá-la sobre a exposição e o problema de furar a quarentena, já que a barraquinha estava na rua.

Pelo Instagram, Nanda, que também tem um brechó, explicou que já recolheu a banca para dentro de casa e que, mesmo no dia da foto, Luiza havia tirado a máscara apenas para fotografar.

“Eu estou muito chocada com a repercussão do vídeo e da foto... postei normal, e aconteceu esse boom. A gente não colocou a Luiza em risco em nenhum momento, a gente se protegeu, ficamos lá fora só um pouquinho, agora estamos dentro de casa. Deu borrifador, dei máscara, mas para a foto, ela gosta de sorrir, mesmo sem dentes, então tirou um poquinho”, explicou.

Luiza Alves na barraquinha de doces que montou em frente sua casa - Foto: Reprodução/ Twitter

 

Luiza Alves faturou R$ 20 vendendo doces - Foto: Reprodução/ Twitter

 

Comentários