Cenapop
TV / A Lei do Amor

Evangélica, Heloísa Perissé é criticada por fazer vidente em A Lei do Amor e diz: “Faço porque é meu trabalho”

Heloísa Perissé como a vidente Mileide
Heloísa Perissé como a vidente Mileide - Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda

Redação Publicado em 27/10/2016, às 13h24

Intérprete da vidente Mileide na novela A Lei do Amor, a atriz Heloísa Perissé contou que vem recebendo duras críticas. Evangélica, a atriz conta que está recebendo críticas por causa do papel .

“Algumas pessoas perguntam como eu, sendo cristã, faço um papel assim. Faço porque é o meu trabalho, porque é uma porta que, eu creio, foi Deus quem abriu para mim. Eu faço a personagem, mas não vivo a personagem”, disse a atriz à coluna TV e Lazer do jornal Extra.

“Eu escolhi essa profissão por conta da possibilidade de viver várias vidas em uma. Posso fazer prostituta, freira, dona de casa, drogada, mulher de sucesso…”, continuou Heloísa.

À publicação, a atriz contou que se converteu em 1999, e tem uma visão muito clara sobre sua vida religiosa:

“Me converti em 1999. Hoje em dia, penso diferente e sou categórica de que o futuro a Deus pertence. Você pode traçar metas, fazer planos, mas a palavra final é de Deus”, explicou.

As críticas que recebe por causa de sua escolha religiosa ela tira de letra: “Como fiz trinta e vinte (ela está com 50 anos), já aprendi a cair fora da armadilha do melhor e pior, bom e ruim, bonito e feio, papel pequeno, papel grande. Quando cheguei da Bahia, eu era escalada para passar atrás do blecaute do cenário e, ainda por cima, de costas (risos). Mas eu dizia “vão falar desse vulto” (risos). Não faço julgamentos”, disse a artista.

Heloísa ainda defende a personagem do folhetim de Maria Adelaide Amaral:

“Mileide é uma picareta do bem, uma sobrevivente, não é mau-caráter. De tanto dizer que vê coisas, chega uma hora que ela realmente vai ver coisas. Graças ao dom de visão que acaba desenvolvendo, ela ajuda os amigos”, completou.

Comentários