Brasil Game Show: O que esperar de uma das maiores feiras de games do mundo

Brasil Game Show: O que esperar de uma das maiores feiras de games do mundo - Foto: Reprodução

Brasil Game Show: O que esperar de uma das maiores feiras de games do mundo – Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (10/10) os portões da Expo Center Norte, na zona norte de São Paulo, se abriram para uma legião de fanáticos por games. Foi dada a largada para a Brasil Game Show, uma das maiores feiras do gênero no mundo.

Nós do CENAPOP faremos a cobertura de todos os dias do evento, trazendo para você as novidades que você pode conferir na chamada BGS, que já está se tornando uma das datas imperdíveis no país para quem curte o mundo geek.

Estivemos presentes na abertura do evento para a imprensa, que aconteceu ontem (09/10) e listamos abaixo os principais pontos que você precisa saber para aproveitar bem a feira. Acompanhe:

 

Organização e segurança

Logo na entrada, se percebe a grande preocupação da BGS com a segurança. Todas as mochilas são revistadas, até mesmo do pessoal que entra para fazer a cobertura jornalística do evento. É preciso entregar o RG na entrada e passar por um detector de metais portátil, usado pelos seguranças, além da revista nas mochilas e maletas.

Houve quem reclamasse do excesso de segurança, mas no fim esta é uma boa medida adotada pela organização, para evitar problemas que podem se tornar recorrentes em eventos de grande porte: a falta de controle sobre o que entra. Mesmo que no Brasil coisas do tipo não tenham acontecido, todo cuidado é pouco.

 

Estandes

Estande do jogo do Homem de Ferro permite jogar com Realidade Virtual - Foto: Reprodução

Estande do jogo do Homem de Ferro permite jogar com Realidade Virtual – Foto: Reprodução

Há diversos estandes que podem ser visitados pelos participantes, e logicamente, os mais visados são aqueles que permitem aos visitantes experimentar diversos jogos. Nintendo, Sony, Microsoft, todas instalaram estandes gigantescos para permitir ao público a experiência de jogar diversos lançamentos das marcas. É possível experimentar os novos jogos do Nintendo Switch, voar como Homem de Ferro no estande da Playstation, etc.

É claro que é preciso ter paciência: em dias lotados, a espera pode levar horas. Mas vale a pena, já que muitos dos jogos disponíveis ainda não estão nem disponíveis para venda. No entanto, há uma frustração: a Sony havia anunciado que disponibilizaria Death Stranding, esperado jogo de Hideo Kojima, para que o público pudesse jogá-lo. Descobriu-se, porém, que a empresa colocou 20 minutos do gameplay do jogo em uma sala fechada, onde poucas pessoas podem entrar por vez, e com hora marcada. Quem queria conhecer mais do misterioso enredo do jogo vai ter que esperar o lançamento oficial, que acontece em 8 de novembro.

 

BGS Talks

Charles Martinet, dublador do icônico Mario nos games - Foto: Reprodução

Charles Martinet, dublador do icônico Mario nos games – Foto: Reprodução

O ciclo de convidados da BGS também é bastante interessante. Nesta quinta, por exemplo, o painel BGS Talks foi aberto com a presença de Howard Warshaw. Para quem não o conhece, ele é o criador do jogo ET feito para a plataforma Atari nos anos 80. Até hoje, este é considerado um dos piores jogos já concebidos, e é lendária a história (real) de que centenas de cartuchos foram enterrados em um deserto no Novo México, nos Estados Unidos, depois do enorme fracasso comercial do game. Portanto, é um homem com muita história para contar.

A programação também prevê a presença de Charles Martinet, que é o clássico dublador de Mario nos games. E claro, os estandes das marcas levam sempre diversos streamers para contato com o público e sessão de perguntas e respostas, onde é possível aos visitantes se aproximar das pessoas que são conhecidas apenas pela tela do computador ou celular.

 

Praça de alimentação e lojas

Estande da Nintendo, onde é possível jogar os novos games da produtora e ganhar brindes - Foto: Reprodução

Estande da Nintendo, onde é possível jogar os novos games da produtora e ganhar brindes – Foto: Reprodução

A praça de alimentação da BGS é um ponto forte e fraco ao mesmo tempo. Forte porque há dezenas de opções para todos os gostos, como hamburguerias, pizzarias e todo um leque de truck foods que agradam a gregos e troianos. O problema está no preço: quase tudo dentro da feira é bem salgado.

Já nas lojas de eletrônicos e produtos geeks o visitante encontra mais sorte. Várias delas apresentam promoções exclusivas para a BGS, saindo bem mais barato do que comprar nas lojas físicas fora da feira. Tem promoção de tudo: bonecos funko pop, cards, teclados, pc gamer, cadeiras específicas para gamers, etc. Praticamente em todos os lugares da BGS é possível encontrar alguma oferta imperdível.

É possível participar de brincadeiras nos estandes e ganhar brindes - Foto: Reprodução/Lucas Rodrigues

É possível participar de brincadeiras nos estandes e ganhar brindes – Foto: Reprodução/Lucas Rodrigues

 

Os ingressos para a BGS estão esgotados para sábado. No entanto, para sexta e domingo ainda é possível adquirir.

 

* Reportagem de Luiz Henrique Oliveira e Lucas Rodrigues, enviados do CENAPOP na BGS 2019.

Tags

Comentários