Gareth Thomas, lenda do rugby, relata impulsos suicidas após ser diagnosticado com HIV

Gareth Thomas, lenda do rugby, relata impulsos suicidas após ser diagnosticado com HIV - Foto: Reprodução/Instagram

Gareth Thomas, lenda do rugby, relata impulsos suicidas após ser diagnosticado com HIV – Foto: Reprodução/Instagram

Neste sábado (14/09), o ex-atleta galês Gareth Thomas, considerado uma das maiores lenda do rugby britânico, revelou ao mundo que luta há anos contra a depressão depois de ter recebido o diagnóstico como HIV positivo.

Aos 45 anos e aposentado desde 2011, Thomas contou em um vídeo publicado em seu Twitter sobre o diagnóstico de HIV que recebeu. Em uma entrevista ao jornal Daily Mirror realizada em seguida, ele comentou sobre o drama dos impulsos suicidas que começou a sentir após saber que estava com o vírus.

“Eu sentia vergonha e a manutenção desse segredo tão grande teve seu impacto”, declarou o atleta, que é homossexual assumido desde 2009 e casado há três anos com um homem chamado Stephen. “Eu temia que as pessoas fossem me julgar e me tratar como um pária por falta de conhecimento. Eu estive em um lugar sombrio, com impulsos suicidas. Eu cogitei em me jogar de carro de um penhasco”, disse.

Thomas é considerado até hoje um dos principais atletas da história do País de Gales. Ele foi capitão da equipe nacional de rugbi durante anos e disputou 100 partidas pela seleção de seu país entre 1995 e 2007. Após revelar ser gay, ele foi eleito, em 2010, o homossexual mais influente do Reino Unido em uma eleição realizada pelo jornal The Independent.

 

“Morrer era um pensamento natural”

Em entrevista ao Daily Mirror, ele repetiu algumas das declarações feitas no vídeo postado na rede social. “Para mim, querer morrer era um pensamento natural, eu sentia como a solução mais fácil, mas precisamos confrontá-la. Estar cercado de apoiadores me deu força para superar essas emoções”, disse.

Em seguida, contou como faz para superar esses pensamentos negativos. “Muitas pessoas vivem com o medo e a vergonha de terem HIV, mas hoje eu me recuso a ser uma delas. Nós precisamos acabar com esse estigma de uma vez por todas. Eu estou me expondo porque quero ajudar e poder fazer uma diferença”, afirmou.

O vídeo postado por Thomas foi compartilhado por centenas de pessoas, inclusive pela conta oficial do Palácio de Kensington, que é administrada pelo Príncipe William e sua esposa, a duquesa Kate Middleton.

O vídeo foi retuitado com uma assinatura: “W”, de William, confirmando que foi ele mesmo quem usou a conta para mostrar as imagens, e ainda comentou: “Corajoso como sempre – uma lenda dentro e fora dos campos. Você tem o nosso apoio, Garth. W.”.

Assista ao vídeo:

LEIA MAIS

Crítica: Evelyn, doc da Netflix sobre prevenção ao suicídio
Crítica: Midsommar – O Mal Não Espera a Noite
Anitta beija muito em prévia de novo videoclipe
Namorada de Ludmilla fala sobre bissexualidade
Fotógrafo lembra ensaio nu de Nanda Costa
Fábio Assunção será amante em nova série

Veja mais notícias de Famosos.

Tags

Comentários