Acusado de abuso sexual, mágico David Copperfild se manifesta: “Ouçam, mas não se precipitem”

Brittney Lewis aos 17 anos, na época em que afirma ter sido abusada por David Copperfield – Foto: Reprodução/ Instagram

O mágico ilusionista David Copperfield usou sua página no Instagram, nesta quarta-feira (24/01), para se manifestar a respeito da acusação de abuso sexual feita pela modelo Brittney Lewis.

Atualmente com 46 anos, Brittney declarou ter sido dopada e abusada sexualmente por David, de 61 anos, quando tinha apenas 17 anos.

Ao site The Wrap, a modelo contou que os dois se conheceram em setembro de 1988, durante uma competição de beleza chamada Look of the Year, na qual um dos jurados era David Copperfield.

Segundo o relato, após a competição, o mágico teria convidado Brittney para viajar com ele até a Califórnia, nos EUA, para assistir uma de suas apresentações.

Após o término do show, os dois oram a um bar, e David teria colocado um pó em sua bebida.

“Eu o questionei: ‘O que é isso? O que você está fazendo?’. Ele respondeu apenas: ‘Compartilhando’”, contou Brittney.

A modelo alega que acordou já no quarto de hotel em que David estava hospedado, usando apenas um roupão, e que o mágico estava em cima dela, a beijando:

“Me lembro que as minhas roupas foram tiradas. Ele estava me beijando no rosto, e começou a descer. Nessa hora eu desmaiei novamente”, continuou.

No relato, Brittney revela ainda que David Copperfield pediu que ela escrevesse uma carta afirmando que estava em plenas faculdades mentais.

A resposta de David Copperfield

Em sua página no Instagram, Copperfield negou todas as acusações de Brittney. Na rede social, o mágico contou que é importante as vítimas de assédio se manifestarem, mas que é preciso cautela para não fazer julgamentos precipitados:

“O movimento #MeToo é crucial. Todos nós queremos que as vítimas de assédio sexual falem pelo que passaram, e por regra, devemos ouvir. Assim elas ficarão mais confortáveis para falar e seguir em frente. Isso é importante”, destacou David.

“Mas imagine o pesadelo que é as pessoas acreditarem nesse movimento, e uma acusação falsa vir à tona? Imagine o que é ter a sua vida e a de sua família revirada? Há três anos, o FBI investigou centenas de histórias, e descobriu que as declarações do acusador eram falsas. Ela está presa”, relembrou.

“Por anos, tive que conviver com notícias fabricadas sobre mim, e isso terminou com pessoas presas, e eu continuei livre. Embora eu esteja passando por mais uma tempestade, esse movimento precisa continuar a florescer”, opinou.

“Sempre escutem e façam suas considerações com cuidado, mas, por favor, não se precipitem na hora de fazer um julgamento”, finalizou.

LEIA MAIS:

Bruna Lombardi revela seu segredo de beleza
Scheila Carvalho se declara para o marido
Cleo Pires revela porque aboliu sobrenome

Veja mais notícias de Famosos.

Comentários