Cenapop
TV

José de Abreu se emociona ao relembrar a carreira e elogia Amora Mautner

José de Abreu se emociona ao lembrar de Roberto Talma
José de Abreu se emociona ao lembrar de Roberto Talma - Foto: Reprodução/ Video Show

Redação Publicado em 04/03/2016, às 11h10

No ar como o vilão Gibson no folhetim A Regra do Jogo, o ator José de Abreu relembrou a carreira e mostrou que está com a memória em dia ao falar sobre seus trabalhos antigos e a parceria com o diretor Roberto Talma.

“Me trouxe para a Globo. Me deu Anos Dourados, me deu o Tonhão de Bebê a Bordo, me fez dirigir uma novela das 8, comecei dirigindo uma novela das 8, me fez dirigir, junto com Daniel Filho, O Primo Basílio. Outro dia pensei nisso. A Amora (Mautner) está sendo meu segundo Talma”, disse ele, emocionado, ao site oficial da novela.

No bate-papo, José de Abreu ainda relembrou uma situação engraçada na reta final de Senhora do Destino, folhetim em que interpretou Josivaldo, quando precisou voltar para a cena quando já havia feito a descaracterização:

“Eu já tinha gravado catando bituca no chão, pedindo dinheiro para as pessoas. Fui para o hotel, onde estávamos baseados, tirei a barba, o cabelo, botei a minha roupa e o Wolf (Maya) me ligou: ‘O Aguinaldo (Silva) rescreveu a cena. Topa refazer tudo?’”, relembrou.

A matéria completa irá ao ar no Video Show desta sexta-feira (4/3).

José de Abreu na pele de Josivaldo, seu personagem em Senhora do Destino – Foto: Reprodução/ Video Show

Comentários