Cenapop
Quem é pop, por Fabiano de Abreu

Carlos Bonow comenta sobre bastidores de ‘Os Dez Mandamentos’

Carlos Bonow | Foto: Divulgação / MF Models Assessoria
Carlos Bonow | Foto: Divulgação / MF Models Assessoria

Fabiano de Abreu Publicado em 22/09/2015, às 03h05 - Atualizado em 02/10/2015, às 03h17

Carlos Bonow não pára. Após uma bem sucedida temporada com a peça ‘Estúpido Cúpido, que saiu de cartaz do Teatro Imperator neste final de semana e estreia na Sala Baden Powell, no fim de semana que vem, o ator concilia as gravações da novela ‘Os Dez Mandamentos’, sucesso de público e critica da Rede Record, com as sempre lotadas sessões no Teatro.

“Tem sido uma felicidade muito grande. O público do teatro sempre vem cumprimentar o elenco no fim das apresentações e acabam comentando da novela. Nas ruas o carinho público também é fabuloso, estou muito feliz com os resultados dos dois trabalhos”, conta Carlos Bonow.

O ator, que na trama da Record vive o perverso Ahmós, comentou os bastidores da novela e o clima de amizade que existe entre o elenco do folhetim bíblico.

“Os bastidores do elenco são sensacionais, eu já conhecia muita gente do elenco e tenho grandes amigos. Claro que há núcleos que não se encontram. A mescla de atores jovens, com muito talento, como o pessoal que está fazendo os Hebreus, junto com atores mais experientes, está gerando um clima de muita harmonia. E claro, o sucesso da novela tá contribuindo para que n´so atores fiquemos ainda mais felizes”, explica o ator.

Esbanjando talento, Carlos conta que no início das gravações teve de se desdobrar entre os ensaios da peça e o compromisso com a novela e que foi um grande desafio representar dois personagens tão diferentes ao mesmo tempo.

“Esta é a grande “brincadeira séria”, o grande desafio para o ator. Um personagem é um mau caráter, que trata mal as mulheres no Egito, totalmente ao contrário de mim. Já o outro, no teatro, é um cara amado pelas mulheres, uma espécie de James Dean musical, carismático. Mas o que está me facilitando é que já consegui pegar a embocadura do Ahmós, meu personagem em ‘Os Dez Mandamentos’, já dominei a personalidade dele. E como gravo quase todas as minhas cenas em um único cenário, A Casa de Senet, a direção me permite gravar várias cenas e acumular. Agora isso vai mudar, pois devido ao sucesso e a esticada da novela, vamos ter um ritmo frenético de gravações”, revela Bonow.

Na próxima sexta-feira, Carlos Bonow e grande elenco, incluindo Françoise Forton estarão na Sala Baden Powell com a peça Estupido Cúpido. Com texto de Flávio Marinho, “Estúpido Cupido” faz referência à novela, de mesmo nome. Na trama, Tetê, ex-miss e, agora, atriz famosa, convencida por sua melhor amiga, aceita o convite para a festa dos “antigos” da escola e nela reencontra, não só pessoas, mas momentos bons e ruins da época, vividos por rivais, ex-marido e antigas paixões. A memória é a peça-chave de todo enredo.

Comentários