NETFLIX

Crítica | Il Processo (Netflix, 2020)

Série italiana de investigação chega ao catálogo nesta sexta (10/04)

Il Processo é uma série italiana comprada pela Netflix para distribuição internacional - Reprodução/Netflix
Il Processo é uma série italiana comprada pela Netflix para distribuição internacional - Reprodução/Netflix

Redação Publicado em 10/04/2020, às 12h32

Il Processo não é uma série original da Netflix, mas poderia ser. Parece ter sido feita sob medida para o streaming. Com 8 episódios de 50 minutos, a produção tem grande apelo por conta de uma mistura sempre funcional. O mistério de uma investigação e o drama de um julgamento prendem bem a atenção do público.

Em Il Processo, como toda boa série de investigação, tudo começa com um assassinato. A descoberta do corpo da adolescente Angelica faz com que a promotoria pública italiana entre no caso. Quem assume as investigações é a promotora Elena Guerra. No entanto, ninguém sabe que ela tem uma ligação muito direta com a vítima. Se souberem, ela pode ser desligada do caso. Dessa forma, ela mantém segredo sobre o assunto.

Ao mesmo tempo, ela tem problemas conjugais: o marido mora em Nova York e eles estão em crise. Ainda assim, ela precisa trabalhar e focar na situação. As pistas acabam levando a Linda, uma mulher da alta sociedade que é indiciada como principal suspeita do crime.

Para defendê-la no julgamento, Linda contrata Ruggero, um advogado brilhante e que tem uma bela ficha de casos ganhos. Entretanto, ele acaba se envolvendo com a sua cliente de uma forma não muito recomendável. Ruggero acaba amarrado à história de Linda, ao mesmo tempo em que precisa provar que ela é inocente. Será mesmo que ela não tem culpa?

Nos 8 episódios de Il Processo, vemos um desfile de testemunhas que hora corroboram a tese de que Linda é culpada. Em seguida, aparece alguma outra que coloca a tese em dúvida. Essa confusão prende o espectador até o final: afinal, quem matou Angelica?

Veja a crítica completa, produzida pelo Canal Cinco Tons:

Comentários