Cenapop
NETFLIX

Crítica | The Eddy, nova série da Netflix, exala paixão pelo jazz em todos os episódios

Cena de The Eddy, série produzida por Damien Chazelle para a Netflix
Cena de The Eddy, série produzida por Damien Chazelle para a Netflix - Foto: Divulgação/ Netflix

Redação Publicado em 08/05/2020, às 18h10

The Eddy, a nova série da Netflix, demonstra seu intenso amor pelo jazz do primeiro ao último episódio. A produção não perde um minuto sequer sem refletir isso nos cenários, nas atuações, na direção e claro, na trilha sonora.

A série é capitaneada por Damien Chazelle, que ficou bem conhecido ao produzir Whiplash: Em Busca da Perfeição (2014), filme que ganhou 3 Oscars. Em 2018, ele fez La La Land, que lhe rendeu o Oscar de Melhor Diretor e ganhou mais 5 estatuetas. Em comum, os dois filmes são cartas de amor ao jazz.

The Eddy é uma espécie de continuação dos dois filmes, onde o jazz se torna praticamente um personagem do filme. A história acompanha o dono de um clube de jazz, Elliot, que está desesperado para encontrar uma saída para evitar o fechamento do lugar.

Evidentemente a série não trata só disso: é um mosaico de personagens que se ligam de uma forma ou de outra, mas que se unem por seu amor ao jazz.

Veja a crítica completa abaixo:

Comentários