FAMOSOS

Val Kilmer se emociona em documentário ao falar sobre seu tratamento de câncer

Val Kilmer foi diagnosticado com câncer de garganta e usa aparelho para ajudar a falar

Val Kilmer passou por momentos delicados ao tratar câncer de garganta - Foto: Reprodução / Instagram
Val Kilmer passou por momentos delicados ao tratar câncer de garganta - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 07/07/2021, às 11h36

Val Kilmer passou por momentos complicados nos últimos anos, ao ser diagnosticado com um agressivo câncer na garganta. A Amazon Prime Video lançará um documentário sobre a vida do astro, e nele, o ator aparece usando um aparelho para ajudá-lo a falar.

Segundo a descrição do longa-metragem, chamado Val, o ator documentou a sua própria vida nos últimos 40 anos, incluindo todos os sucessos e fracassos de sua carreira em Hollywood. No entanto, ele se emociona ao retratar sua dificuldade em falar após o tratamento para combater a doença.

"Eu tenho tentado enxergar o mundo como um pedaço da vida", diz ele no trecho revelado no trailer lançado ontem (06/07) pela plataforma de streaming.

Em seguida, um narrador assume a "voz" do artista para explicar: "Recentemente fui diagnosticado com um câncer na garganta. Ainda estou me recuperando e é difícil falar e ser compreendido. Mas eu quero contar a minha história mais do que nunca".

O filme vai estrear nos cinemas dos Estados Unidos no próximo dia 23 de julho. Assista ao trailer:

 

No ano passado, o ator deu uma entrevista para o programa Good Morning America, onde comentou sobre como tem sido a vida após vencer a doença que acabou por deixar sequelas em sua aparência e voz.

A doença acometeu o ator em 2017. Depois de meses tentando escondê-la, ele a revelou meses depois e passou por quimioterapia, radioterapia e, por fim, pela traqueostomia.

“Estou curado de câncer e nunca houve nenhuma recorrência. Sou muito grato”, escreveu em seu livro de memórias, intitulado I'm Your Huckeberry.

"Me sinto melhor do que pareço, me sinto maravilhoso. Fui diagnosticado, mas sarei rapidamente", disse o veterano, então com 60 anos, na entrevista.

Apesar disso, ele disse sentir falta de uma vida normal sem a traqueostomia, usada para ajudar em sua respiração. "Eu uso porque as glândulas de minha garganta também incharam", explicou. 

Comentários