FAMOSOS

Tom Parker, do The Wanted, diz não pensar em câncer terminal: "Não quero que isso me consuma a vida"

Tom Parker foi diagnosticado com câncer terminal no cérebro no ano passado

Tom Parker em entrevista para a BBC; músico falou sobre câncer terminal - Foto: Reprodução / BBC
Tom Parker em entrevista para a BBC; músico falou sobre câncer terminal - Foto: Reprodução / BBC

Redação Publicado em 17/09/2021, às 10h29

Tom Parker, vocalista da banda The Wanted, admitiu em entrevista que evita pensar em seu diagnóstico de câncer terminal, para evitar que o tema "tome conta de sua vida".

O músico falou sobre o assunto no programa "BBC Breakfast", exibido na manhã desta sexta-feira (17/09). Segundo ele, a fixação pelo diagnóstico fez com que ele buscasse informações sobre o glioblastoma no Google todas as manhãs.

"Não é que eu esteja ignorando o câncer, mas simplesmente não quero prestar atenção a ele. Eu não quero que isso me consuma a vida. Tenho filhos, tenho uma família, então tento ignorar isso o máximo possível, o que às vezes é difícil", relatou Tom, de 33 anos, que continua fazendo quimioterapia para controlar a doença, mas foi avisado de que o câncer é inoperável.

Ele ainda falou sobre os problemas que encontra no dia a dia devido ao câncer, mas que procura passar por eles sem se abalar. "Quando você anda empolgado ou não consegue mover o braço direito, fica tipo: 'Vamos lá, mexa-se'", explicou.

Tom também contou que perdeu três quilos e meio nos últimos tempos, devido à falta de apetite provocada pela quimioterapia.

"Um dia ruim seria acordar e não poder comer nada, a quimioterapia tirou muito de mim. É o apetite. Você não pode comer nada e, obviamente, isso faz perder peso. Eu perdi cerca de três quilos e meio em cerca de três semanas. E eu tento recuperar. É fácil perder peso, mas recuperá-lo é muito, muito difícil", lamentou.

Apoio da banda

Tom também contou como os membros do The Wanted reagiram quando ele anunciou o diagnóstico de câncer terminal. Ele disse que ficou agradecido pela gentileza dos amigos.

"Max [George] disse: 'Há algo que eu posso fazer para ajudar?', enquanto Jay [McGuinness] disse: 'Ouça, farei qualquer coisa, só quero que você melhore'. É um momento muito solitário em sua vida, em que você sente que não tem nada. Você só sente que quer apenas morrer, para ser honesto", relatou.

A banda vai se reunir novamente para o show Stand Up To Cancer, em homenagem a Tom. Todos os lucros do evento serão compartilhados entre instituições de caridade para o câncer. Nomes como Liam Payne, KSI, Becky Hill, Sigrid e McFly já estão confirmados.

"Estou realmente ansioso por este evento. Foi um verdadeiro prazer reuni-los e sou muito grato por todo o apoio que recebi de todos esses artistas brilhantes", declarou o músico. "Agora que saiu a notícia de que minha banda vai se apresentar também, vai ser uma noite especial por muitos motivos", prosseguiu.

Comentários