FAMOSOS

Raven-Symoné diz que Disney queria sua personagem como lésbica em série: "Eu disse não"

Raven-Symoné ficou famosa devido a série "As Visões da Raven", produzida pela Disney

Raven-Symoné afirma que Disney queria que sua personagem fosse diferente - Foto: Reprodução / Disney
Raven-Symoné afirma que Disney queria que sua personagem fosse diferente - Foto: Reprodução / Disney

Redação Publicado em 10/09/2021, às 17h22

Raven-Symoné fez uma revelação curiosa dos bastidores da série "A Casa da Raven", produzida pela Disney entre 2017 e 2021, uma espécie de continuação do sucesso "As Visões da Raven", que foi ao ar originalmente entre 2003 e 2007.

A atriz de 35 anos deu uma entrevista ao podcast "Pride" e afirmou que a Disney gostaria que a sua personagem na nova série se assumisse lésbica. "Houve uma discussão antes de começar, e me perguntaram: 'Você gostaria que a Raven Baxter fosse lésbica?' E eu disse que não. Eu disse 'não'", afirmou ela.

Por outro lado, Raven garantiu que sua decisão não teve nada a ver com a sua própria sexualidade -- a artista é casada com Miranda Maday desde junho de 2020.

"A razão pela qual eu disse 'não' não foi porque eu não me sentia orgulhosa de quem eu era, ou porque não queria representar a comunidade LGBTQ+ de forma alguma. Foi porque Raven Baxter é Raven Baxter.

"Não havia razão para eu mudar a humana que ela era para se encaixar na atriz que a interpretou. E Raven Baxter é uma personagem que eu tive orgulho de interpretar, mesmo que ela seja heterossexual ou cisgênero; eu não me importo. Deixe que ela tenha o seu momento. Ela era divorciada, porém, e eu não me preocupei em dizer: 'Sem namorados'", prosseguiu.

Comentários