FAMOSOS

Rainha de Bateria rebate críticas por suposta apropriação cultural: "Já assistiram As Branquelas?"

Carolina Lekker será a Rainha de Bateria da Unidos do Porto em 2022

Carolina Lekker rebateu críticas que recebeu depois de mudar o cabelo - Foto: Reprodução / CO Assessoria
Carolina Lekker rebateu críticas que recebeu depois de mudar o cabelo - Foto: Reprodução / CO Assessoria

Redação Publicado em 04/11/2021, às 05h30

Modelo e influenciadora, Carolina Lekker, foi severamente criticada após compartilhar fotos onde aparece loira: “Estão dizendo que é apropriação cultural e já foram até o extremo de chamar de racismo reverso”, declarou.

A modelo, que irá desfilar como Rainha da Bateria na escola de samba Unidos da Ponte no Carnaval 2022, disse: “Eu não quero apagar minha herança negra com isso, como muitas pessoas me acusaram, apenas quis me divertir com uma nova cor de cabelo, isso está sendo levado para dimensões inimagináveis e grotescas”, afirma a modelo.

“Eu não consigo entender o que eu usar uma peruca loira pode estar machucando alguém”, completa. “A questão toda é que não está, não é apropriação cultural e definitivamente não machuca ou é insensível com a cultura de ninguém”.

Recentemente, a modelo viralizou e foi alvo de críticas online, chegando até mesmo a ser notícia em várias publicações ao redor do mundo, após dizer que seu objetivo era ter o "corpo mais caro do carnaval", e já teria desembolsado R$ 300mil para atingir a meta.

Comentários