FAMOSOS

“Quando a gente erra, tem que arcar com a consequência”, diz Lívia Andrade, após voltar ao Fofocalizando

Apresentadora voltou como comentarista e Chris Flores continuou no comando da atração

Lívia Andrade falou sobre seu retorno ao Fofocalizando e punição
Lívia Andrade falou sobre seu retorno ao Fofocalizando e punição - Foto: Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 27/04/2020, às 14h18

Lívia Andrade abriu o jogo sobre seu afastamento [e seu retorno, nesta segunda-feira (27/04)] ao programa Fofocalizando, do SBT.

Após um mês afastada, a apresentadora voltou à atração no sofá, como comentarista, ao lado de Mara Maravilha e Gabriel Cartolano. Substituta de Lívia durante o afastamento dela do programa, Chris Flores continuou no comando da atração.

Ao falar sobre o afastamento, a apresentadora disse que é preciso “estar disposta a evoluir após errar”, e que “pedirá para sair” no dia que achar que estiver de mais ou de menos para ela na atração.

“Eu ainda penso muito sobre isso [sobre o afastamento]. Não sei te dizer... [se foi justo ou injusto] Acho que, quando a gente erra, tem que arcar com a consequência do nosso erro. Só não gostei da maneira como foi feita porque pareceu que eu falei o nome da igreja. Pareceu que eu joguei essa carga para a igreja. E mesmo que eu tivesse lido a fake news [sobre um soposto álcool gel vendido por líderes religiosos] dando nomes aos bois, eu pedi desculpas por isso”, disse ela, à coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

À publicação, Lívia contou que “aceitou a punição” e que aproveitou o período em casa para “refletir e analisar” tudo o que aconteceu.

“Eu não sou dona da emissora e não tomo as decisões. Eu aceitei a punição. Eu sempre procuro aceitar as coisas na vida como elas são. Aconteceu, fui pra casa em paz, tranquila, refleti, analisei... Fiquei p. da vida no início, depois não fiquei mais... Passei a ver a coisa de uma maneira diferente, mas eu nem sei te dizer agora porque ainda tá indefinido isso na minha cabeça, sabe?”, continuou.

“Só não gostei porque não direcionei o meu comentário para essa instituição religiosa, não direcionei para essa religião específica. Estava falando de uma maneira generalizada e se eu fui culpada, foi por uma fake news que eu não criei. Enfim, é normal. Tem que sobrar pra alguém. Alguém tem que pagar a conta e eu paguei. Acho bem complicado falar sobre isso. Eu não fui punida por Deus. Isso não foi um castigo de Deus. Isso foi um castigo dos homens. A gente se acerta com Deus. Ele é justo e sabe de todas as coisas. Eu, como qualquer outro ser humano, erro. Eu pedi desculpas, mas nem sempre as desculpas são aceitas. Eu nem gosto muito dessa palavra ‘desculpa’”, disse ela.

“Acho que, quando a gente erra, a gente tem que pagar pelo erro e seguir. Tem que estar disposta a melhorar e evoluir. Não adianta pedir perdão e não mudar a atitude. É o que eu vou fazer daqui pra frente: mudar a minha atitude e a maneira de trabalhar e viver. Esse momento me fez mudar bastante. Espero continuar aprendendo, evoluindo e, infelizmente, errando, porque é assim que a gente aprende. Muitas pessoas me mandaram mensagens tristes, como se eu tivesse criado essa fake news ou mostrado a foto, e isso não aconteceu”, continuou.

“Mesmo assim, eu assumi o meu erro. Eu acho que fake news é quando você direciona o seu comentário a alguém ou alguma instituição. Quando você dá o endereço, o nome... Então isso pra mim ainda não está bem resolvido na minha cabeça. Posso ter errado sim. Eu não estou na minha casa, o programa não é meu, a emissora não é minha... Eu errei, mas não disseminei uma fake news. Eu não criei uma fake news. Depois eu fui ver a foto. Mesmo assim, ok, tô pagando. Não sou eu que decido se o castigo é pouco ou é muito. Sou profissional e estou aqui pra trabalhar. Se eu não tiver feliz e satisfeita com o meu trabalho, eu vou pedir pra sair. Gosto de trabalhar feliz, em paz. Sou extremamente profissional e gosto que as pessoas sejam extremamente profissionais comigo também. O dia que eu achar que tá demais pra mim ou de menos, eu peço pra sair”, completou.

Comentários