FAMOSOS

Príncipe Andrew é processado por abuso sexual de menor

Vítima de Príncipe Andrew também sofreu abusos do empresário Jeffrey Epstein

Principe Andrew durante polêmica entrevista na TV britânica - Foto: Reprodução
Principe Andrew durante polêmica entrevista na TV britânica - Foto: Reprodução

Redação Publicado em 09/08/2021, às 20h09

Mais um escândalo recai sobre a Família Real Britânica: o Príncipe Andrew está sendo oficialmente processado, acusado de abuso sexual de menores. O processo foi aberto por Virginia Roberts Giuffre, que também foi vítima de Jeffrey Epstein, empresário que comandava uma rede de prostituição e que se matou na prisão.

As informações são da ABC News. O monarca de 61 anos, que detém o título de Duque de York, é formalmente acusado de pedofilia, já que Virginia diz que foi abusada por ele na mansão de Epstein em Nova York quando tinha menos de 18 anos. Ela falou sobre o assunto através de sua equipe jurídica.

Estou responsabilizando o Príncipe Andrew pelo que ele fez comigo. Os poderosos e os ricos não estão isentos de serem responsabilizados por suas ações. Espero que outras vítimas vejam que é possível não viver em silêncio e medo, mas pode-se recuperar sua vida falando e exigindo justiça.

O processo contra Andrew foi aberto dias antes de uma lei do estado de Nova York que trata sobre o tema expirar. Nela, é garantido que vítimas de abuso infantil entrem com ações civis contra seus supostos estupradores.

"Se ela não fizer isso agora, estará permitindo que ele escape de qualquer responsabilidade por suas ações", explicou o advogado David Boies. "E a Virgínia está empenhada em tentar evitar situações em que pessoas ricas e poderosas escapem de qualquer responsabilidade por suas ações", prosseguiu.

A ação também acusa o príncipe de inflição intencional de sofrimento emocional. Prevendo as críticas que poderia receber por tomar a decisão apenas agora, Virginia se antecipou: "Não tomei essa decisão levianamente. Como mãe e esposa, minha família vem em primeiro lugar. Sei que essa ação me sujeitará a mais ataques do príncipe Andrew e seus pares. Mas eu sabia que, se não prosseguisse com essa ação, estaria deixando eles e as vítimas em todos os lugares.

Um porta-voz de Andrew, tido como o filho favorito da Rainha Elizabeth 2°, afirmou que ele não comentará o processo que corre nos Estados Unidos.

Comentários