Cenapop
FAMOSOS

Membros de grupo de k-pop são investigados por supostas apostas ilegais em cassino

None
Reprodução

Redação Publicado em 14/09/2020, às 22h06

Dois integrantes do grupo de k-pop Supernova estão sendo investigados oficialmente por supostamente terem apostado em jogo de cartas durante viagens de férias nas Filipinas.

As informações foram publicadas pelo noticiário Newsdesk nesta segunda-feira (14/08), que noticiou que dois membros da banda sul-coreana estão sendo formalmente investigados pela polícia por conta das apostas, que teriam sido feitas entre 2016 e 2018 em um cassino.

Um deles, ainda segundo as informações disponibilizadas pelo jornal, teria feito apostas em um site ilegal de apostas. A soma chega a cerca de 42 mil dólares (221 mil reais em cotação atual).

O relatório da polícia sul-coreana afirma que os dois membros do grupo -- que não tiveram seus nomes divulgados -- "não viajaram para o exterior com a intenção de jogar, mas viajaram para as Filipinas e acabaram apostando no local por acaso." 

As autoridades locais investigam se há mais pessoas envolvidas no ato ilícito. Isso porque, segundo as leis sul-coreanas, cidadãos do país são proibidos de apostar em cassinos, seja dentro ou fora do território da Coréia do Sul. A pena para quem infringir as regras pode chegar a três anos de prisão.

O Supernova estreou em 2007 e é formado por Jung Yunhak, Kim Sungje, Kim Kwangsu, Yoon Sungmo, Song Jihyuk Park Geonil.

Comentários