FAMOSOS

Mion faz viagem-relâmpago com a filha para Nova York após ser convencido por apresentação de slides

Marcos Mion levou a filha para Nova York depois de ser convencido por powerpoint feito por ela

Marcos Mion está em Nova York com Donatella, sua filha de 13 anos - Foto: Reprodução / Instagram
Marcos Mion está em Nova York com Donatella, sua filha de 13 anos - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 18/11/2021, às 14h45

Marcos Mion está em uma viagem-relâmpago em Nova York com sua filha Donatella, de 13 anos, de sua relação com a esposa, Suzanna Gullo. O apresentador da Globo afirmou em suas redes sociais que topou o passeio com a adolescente depois que ela preparou uma apresentação de slides para convencê-lo.

"Essa menina me deu um 'qualé' durante o final de semana, dizendo que a gente nunca tinha feito uma viagem sozinha, só nós dois, só uma quando ela muito pequena para a Disney e eu estava em Miami", começou ele pelo Instagram.

Ela usou um argumento muito bom, que com 14 anos, no ano que vem, não é mais uma criança e eu oficialmente nunca terei viajado com ela criança. Então nós vamos para Nova York. Fez uma apresentação de slides,

O comandante do "Caldeirão" compartilhou nesta quinta-feira (18/11) alguns registros dos dois no aeroporto, enquanto se preparavam para a viagem. Em um determinado momento, Donatella disse que entraria no avião com o pé direito -- assim como Mion sempre faz, como uma superstição.

Mion também mostrou o momento da decolagem, em que segurava a mão da filha. Pouco tempo depois, os dois apareceram em Nova York em passeios pela cidade.

Além de Donatella, Mion e Suzana também são pais de Stefano e Romeo, seu primogênito, que possui espectro de autismo. Em outubro, Mion fez uma reflexão sobre a família durante participação no "Mais Você".

"Decidimos casar em três meses. Nesses três meses, engravidamos do Romeo. Naquele momento da minha vida, achava minha vida muito perfeita. Fazia muito sucesso, estava casado e teria um filho. Quando o Romeo nasceu, descobri que minha vida não era perfeita, ela ainda se tornaria perfeita", relatou ele para Ana Maria Braga.

"Sem o Romeo, eu não seria a pessoa que sou hoje. Não teria traçado a metade do caminho que eu tracei. Tenho que ser a melhor versão de mim para o Romeo", garantiu.

Com meus outros dois filhos, converso de igual para igual. Quando converso com Romeo, tenho que elevar minha alma. Os autistas têm uma pureza muito grande. É o maior amor do mundo e é um privilégio conviver conviver com um filho dentro desse espectro. Quando ele era mais novo, estava assistindo a um assiste ao vídeo em looping, repetidas vezes, e queria me mostrar.

Ele prosseguiu: "Pedi um tempinho e ele me perguntou: 'Pai, você não me ama mais?'. Ele estava sentido e não era charminho. Foi aí que entendi que precisava ser a melhor versão de mim. Parei de me preocupar com coisas que não valem a pena e foquei nas relações que valem, as relações humanas. Há ministros que dizem que os neurodiversos não deveriam ir à escola porque eles atrapalham. Eu digo que eles não atrapalham. Meu filho e crianças como ele só ensinam."

Comentários