FAMOSOS

Luiza Curvo, de Era Uma Vez..., fala sobre a reprise da novela: "Foi realmente um trabalho lindo"

Atriz, atualmente com 35 anos, mora em São Paulo atualmente e se dedica ao teatro

Luiza Curvo em Era Uma Vez..., e em foto atual - Foto: Reprodução / Rede Globo
Luiza Curvo em Era Uma Vez..., e em foto atual - Foto: Reprodução / Rede Globo

Redação Publicado em 15/01/2021, às 08h10

Luiza Curvo fez enorme sucesso na novela Era Uma Vez..., atualmente reprisada pelo canal Viva. Em entrevista para Patrícia Kogut, de O Globo, ela disse que a reexibição da trama fez com que recebesse muitas mensagens de carinho.

"Um monte de gente está me escrevendo falando sobre a emoção de rever essa novela. Foi realmente um trabalho lindo e que fez muito sucesso. Durante todos esses anos, sempre comentaram comigo sobre Era Uma Vez.... Estou feliz porque estou podendo mostrar para as minhas sobrinhas, que não eram nascidas na época", disse.

Na época com 12 anos, Luiza interpretava Glorinha, que era a irmã mais velha entre quatro irmãos órfãos. Segundo a atriz, a experiência muitas lições.

"Eu era uma menina e, pela primeira vez, estava num núcleo protagonista. Tive a oportunidade de contracenar com pessoas tão experientes como Drica Moraes, Andrea Beltrão e Claudio Marzo. Aprendi com eles lições que levo comigo até hoje", revelou.

Questionada sobre uma cena especial que tenha ficado em sua memória, Luiza relembrou: "Era um embate com o personagem do Claudio Marzo, com três páginas de diálogo, o que para uma criança não é nada fácil. Lembro que cheguei ao estúdio nervosa. Mas o Claudio, que num primeiro momento podia passar a impressão de ser sério, era um mel de pessoa. Muito doce, transformava qualquer sequência, por mais difícil que fosse, em algo prazeroso", elogiou.

Luiza revelou que, atualmente, tem o teatro como prioridade, apesar de ainda fazer trabalhos na televisão -- o último foi em Conselho Tutelar, de 2018. A paixão pelo palco a fez trocar sua cidade natal, Rio de Janeiro, por São Paulo.

"Não consigo mais viver sem o teatro. E isso tem sido um dos grandes desafios neste período de pandemia e isolamento social. Eu vivo de arte em todos os sentidos, não só financeiro. Sobrevivo disso. É o meu alimento. Ao mesmo tempo, vejo que os meus problemas são uma ervilha perto de tudo o que está acontecendo no mundo. Eu e a minha família estamos com saúde. As dívidas e os trabalhos cancelados, isso tudo a gente resolve depois", frisou.

Apesar do trabalho junto ao público, Luiza disse rejeitar o rótulo de celebridade e evita se expor muito nas redes sociais. Sua conta no Instagram, por exemplo, foi criada por uma amiga há alguns anos, quando fazia a divulgação de uma peça.

"A verdade é que eu sou extremamente tímida. Adoro mostrar e falar sobre o meu trabalho, mas a minha vida pessoal é algo precioso, sobre a qual nem mesmo alguns conhecidos sabem detalhes. Não estou disposta a abrir mão disso", comentou.

Ela prosseguiu: "Quando eu era criança, eu entendia menos a minha timidez. Claro, quando eu era reconhecida pelas pessoas na rua a minha bochecha ficava corada. Mas era uma vida tão atribulada que não pensava muito nisso. Com o passar dos anos, fui ficando mais consciente. Eu ia fazer uma sessão de fotos, por exemplo, e pediam para eu fazer uma posição sexy. Teve uma época em que queriam saber se eu ainda era virgem. Isso interessa?", questionou.

Comentários