Cenapop
FAMOSOS

Ludmilla lembra como contou à mãe que era gay: “Eu disse ‘mãe, gosto de beijar meninas’”

Ludmilla revelou à mãe que gostava de meninas quando estava grogue
Ludmilla revelou à mãe que gostava de meninas quando estava grogue - Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 11/05/2020, às 17h52

Entrevistada por Sabrina Sato, Ludmilla deu mais detalhes de como contou à mãe, Silvana Oliveira, que gostava de meninas.

Durante o bate-papo, a funkeira revelou que ficava apreensiva toda vez que sua mãe dizia que precisava falar com ela, e que abriu o jogo quando estava grogue (após fazer uma cirurgia no nariz).

“Foi quando fiz a cirurgia no nariz. Estava meio dopada, grogue. Já estava louca para falar com ela sobre isso. Toda vez que minha mãe dizia ‘Olha, filha, quero falar uma coisa com você’, eu pensava: ‘Ela descobriu, meu Deus’. Eu ficava com essa sensação da mídia, achando que alguém ia falar disso antes da minha vontade de querer falar para todo mundo. Falar de algum casinho que eu não queria deixar público, que não queria que a mídia revelasse. Para ela eu queria contar primeiro, mas ficava criando coragem [...], quando eu estava meio grogue, eu falei: ‘Mãe, gosto de beijar meninas’. E ela: ‘Sério, filha?’. E eu: ‘Gosto bem de uma menina, mas não como amiga’. E ela: ‘Eu desconfiava disso. Tá bom, filha. Eu te amo’. Depois eu dormi”, revelou a funkeira, que namora a dançarina Brunna Gonçalves.

Na entrevista, Ludmilla explicou que o momento foi libertador:

“Foi incrível, maravilhoso. Até então eu não tinha tomado a atitude de deixar isso bem claro para a mídia porque não tinha encontrado uma pessoa que eu amasse para expor minha vida desse jeito”, continuou.

O preconceito, segundo Ludmilla, foi um dos motivos pelos quais ela decidiu não tornar público o relacionamento.

Tinha muito [medo de preconceito]. Eu já enfrento preconceito desde que nasci. Depois pelo ritmo musical que eu resolvi trilhar, pelo jeito que eu canto, pelo jeito como eu me visto... E toda vez que alguém assumia publicamente, isso sempre prejudicava. As pessoas perdiam patrocínio, se afastavam. Eu decidi fazer isso, foi verdadeiro e acho que comigo aconteceu tudo ao contrário. Foi muito f&¨% o que aconteceu comigo”, explicou.

Passando a quarentena ao lado de Brunna, Ludmilla revelou como o casal está enfrentendo o isolamento social e ainda falou sobre a possibilidade de “aumentar a família”:

“A gente pensa em ter filhos, lógico, mas não agora. A gente está fazendo festa só entre a gente, vendo muitos filmes. Ela está aprendendo a fazer comida”, completou.

Comentários