Cenapop
FAMOSOS

Atriz das pegadinhas, Iara Ferreira posa sexy e relembra luta contra a vigorexia: “Angústia total”

Distúrbio faz com que a pessoa fique sempre insatisfeita com a própria aparência

Iara Ferreira falou sobre sua situação
Iara Ferreira falou sobre sua situação - Fotos: Nelson Miranda / Edu Graboski / Divulgação

Redação Publicado em 29/03/2021, às 16h25

Dona de belas curvas, Iara Ferreira estrelou um ensaio pra lá de sensual que evidenciou ainda mais sua silhueta em forma.

Quem vê tanta beleza, nem imagina que a modelo e atriz das pegadinhas já sofreu de vigorexia e teve que se afastar das telinhas. Trata-se de um distúrbio que faz com que a pessoa fique sempre insatisfeita com a própria aparência e busque um visual mais sarado e definido.

Os primeiros sinais surgiram logo que ela estreou no reality show ‘Casa das Pimentinhas’, promovido pela revista Sexy em novembro do ano passado. Ao contrário do que os fãs diziam, Iara não se achava forma o suficiente.  Ela conta que nos últimos tempos fez várias dietas malucas e chegou até a dispensar programas com amigos para treinar na academia.

“Cheguei ao limite de malhar três vezes por dia e trocar quase toda a minha dieta por massa magra, comia praticamente só frango desfiado. Estava realmente encanada com meu corpo, sempre tentando melhorar", relembra. "Muitas vezes voltava para a casa tremendo, sentia que os músculos estavam no limite, sabe? Isso me deixava desesperada, mas eu não conseguia parar”.

Mesmo levando uma vida saudável e sendo elogiada pelas pessoas, Iara diz que não conseguia fazer as pazes com o espelho. Sempre insatisfeito com o próprio shape, buscava mudanças a todo o momento. “Depois descobri que estava tendo uma imagem distorcida do meu corpo. Isso me deixava numa angústia total. Percebi que aquilo me deixava mal, ansiosa e triste. Tive que procurar ajuda”.
 
Para se recuperar, Iara começou um tratamento que reúne psicoterapeuta, nutricionista e educador físico. Ela afirma que continua praticando exercícios, mas agora de forma mais moderada. “Sou bem vaidosa, claro que continuo indo para a academia, mas comecei a mudar a minha cabeça. O ponto psicológico é fundamental para a minha recuperação. É um tratamento de choque mesmo. Estou numa fase quase recuperada”, conta.

Comentários