Cenapop
FAMOSOS

"Freddie Mercury era o diplomata no Queen", afirma Brian May

Guitarrista da lendária banda inglesa deu entrevista para a "Classic Rock"

Freddie Mercury e Brian May durante o show "Live Aid", nos anos 80
Freddie Mercury e Brian May durante o show "Live Aid", nos anos 80 - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 18/04/2021, às 20h39

Brian May, lendário guitarrista do Queen, deu uma entrevista para a revista "Classic Rock" onde desfez uma das maiores histórias sobre Freddie Mercury, vocalista do grupo até 1991, quando morreu vítima de complicações da Aids.

Ele admitiu, por exemplo, que se não fosse pelo cantor, "eu e o Roger (Taylor, baterista), nunca teríamos ficado juntos".

"Estamos alinhados em muitas coisas, mas somos o oposto em tudo o resto", explicou May. "Não há um único tema sobre o qual não tenhamos opiniões contrárias".

Então, contou que era Freddie quem fazia o papel de conciliador, ao contrário da imagem de "diva" conquistada por ele durante toda a carreira. "Por mais estranho que pareça, o Freddie Mercury era o diplomata no Queen. Todo mundo pensa que ele era indomável, mas era muito pragmático", frisou.

"Se ele visse alguma tensão entre mim e o Roger, ele arranjava maneira de encontrar uma solução, um compromisso", ponderou o músico em seguida.

Ainda na ativa com Roger, Brian May diz que sua relação com o baterista melhorou muito nos últimos anos, a descrevendo como uma "irmandade". "Hoje em dia, percebemos o que há de bom, porque já vimos de tudo e nos valorizamos um ao outro", elogiou.

"Sabemos que somos mais fortes juntos que separados. Se alinhamos as nossas energias, a magia acontece", finalizou.

Comentários