FAMOSOS

Ex-Mulher Abacaxi desabafa sobre idade: "Me sinto uma sobrevivente"

Conhecida como Mulher Abacaxi, Marcela Porto fala que não tem medo de envelhecer

Marcela Porto é mulher trans e ficou conhecida nacionalmente como Mulher Abacaxi
Marcela Porto é mulher trans e ficou conhecida nacionalmente como Mulher Abacaxi - Foto: Reprodução / Divulgação

Redação Publicado em 17/07/2021, às 13h48

Quando perguntavam sua idade, a empresária e caminhoneira Marcela Porto mudava de assunto ou até diminuía alguns anos. Mas agora, ela sente prazer em falar que tem 47 anos. Isso porque ela sabe que a expectativa das pessoas trans, como ela, é de 35 anos. Essa idade estimada é menos da metade da média nacional, que é de 75,5. 

"Levando em conta a expectativa de trans, que  me sinto uma sobrevivente. No Brasil, estar beirando os 50 anos é uma dádiva. Essa pandemia também me fez repensar. Então, eu só agradeço meus 47 anos", disse a ex-musa da Inocentes de Belford Roxo, que ficou conhecida na mídia como Mulher Abacaxi.

Marcela também conta que não tem medo de envelhecer. "Temos que curtir todas as fases da vida e aproveitar todos os momentos. Hoje, me sinto uma mulher madura que curte outras coisas da fase madura , mas eu amo essa fase ou melhor eu aproveitei todas as fases, mas nunca fui louca nem com beleza e juventude. Procuro ter saúde e ser feliz", afirma. 

Ela também conta que gosta de se cuidar, mas não faz isso para parecer mais jovem. "Nunca pensei em retardar o envelhecimento, e sim ficar bem e feliz. Malho, mas não sou neurótica, cuido da alimentação, mas me permito comer besteiras.  E estou amando a fase quarentona e que venha os cinquenta também. Amo viver", disse. 

Marcela é carreteira, dona da MS Minérios e chefia 10 funcionários. A empresa de transporte de minérios, com 8 caminhões e uma retroescavadeira, está sediada em Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Recentemente, a empresária conseguiu a habilitação categoria E (permissão para dirigir veículos acoplados ou articulados). Porto dirige caminhão desde os 12 anos.

Comentários