FAMOSOS

Convidada de festa de Neymar diz que fez teste de Covid e se defende de ataques: "Não ia dar ibope"

Bianca Jesuino é uma das convidadas da festa de cinco dias que o jogador dará no Rio de Janeiro

Neymar tem tentado manter a festa longe dos holofotes e teria proibido o uso de celulares durante os dias de festa - Reprodução/Instagram
Neymar tem tentado manter a festa longe dos holofotes e teria proibido o uso de celulares durante os dias de festa - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 29/12/2020, às 10h38

Conhecida como Bibi, Bianca Jesuino decidiu se pronunciar e se defender após ter sido atacada nas redes sociais por estar entre os convidados da festa de cinco dias que Neymar está dando em Mangaratiba, no Rio de Janeiro. 

A influenciadora tem circulado pelo local da festa com a pulseira vip do evento e disse que fez um teste de Covid antes de viajar para celebrar: "Não ia dar ibope para o que estão falando e vai ser a única vez que vou me manisfestar sobre isso. As pessoas falam muita coisa, especulam. Pelo amor de Deus. Eu não ia viajar tendo chance de eu estar com Covid".

Ela continua: "Eu fiz o teste e não estou com Covid. Não tenho chance de estar com Covid. Não vá atrás de tudo que o povo está falando. Vocês sabem como o povo é de inventar fofoca e falar muitas coisas que não são verdades".

O jogador esteve tentando manter a festa longe dos holofotes e teria proibido o uso de celulares durante os dias de festa para que não fosse divulgado, porém, alguns convidados já chegaram a registrar a chegada na festa, marcando até mesmo a localização. De acordo com o Jornal Extra, ele teria construído uma boate subterrânea para não incomodar os vizinhos. 

A empresa contratada para a festa de Neymar chegou a emitir uma nota esclarecendo os detalhes da comemoração e indicou que serão esperadas cerca de 150 pessoas no evento, diferente do que foi publicado por alguns veículos de comunicação, que mencionou 500 convidados para a festa. A festa foi alvo de diversas críticas, principalmente nas redes sociais, por causa da pandemia da Covid-19 e de boas práticas para que a doença fosse contida. 

Comentários