Cenapop
FAMOSOS

‘Meu maior sonho é trabalhar sem sofrer com machismo’, diz bandeirinha Fernanda Colombo

Redação Publicado em 16/05/2014, às 16h42 - Atualizado às 16h42

Uma das convidadas especiais do próximo Altas Horas, que vai ao ar no próximo sábado (17), na Globo, a bandeirinha Fernanda Colombo aproveitou a ocasião para se defender das críticas que recebeu após cometer alguns erros no clássico Atlético-MG e Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro.

“Essa semana não foi fácil e é bom estar aqui para defender meu lado”, declarou.

Bandeirinha Fernanda Colombo em sua participação no Altas Horas – Créditos: Altas Horas/TV Globo

Durante a gravação, a loira disse que considera normal ouvir gracinhas em campo, e que o namorado não sente ciúmes.

“Ele gosta de futebol, mas eu não o deixo assistir. Eu não autorizo ele ir ao estádio para assistir jogos em que atuo”, revelou.

Bandeirinha Fernanda Colombo em sua participação no Altas Horas – Créditos: Altas Horas/TV Globo

Nos bastidores do programa, Fernanda revelou qual é o seu maior sonho dentro do esporte. “Antes não era esse, mas agora é conseguir trabalhar bem, sem sofrer com esse machismo”, disse.

A auxiliar de arbitragem disse que acreditava no fim do machismo no futebol. “Tive provas de que ainda continua sendo [um futebol machista]”, explicou.

Bandeirinha Fernanda Colombo em sua participação no Altas Horas – Créditos: Altas Horas/TV Globo

Fernanda comparou o preconceito em campo com o racismo. “Acho que é bem próximo. No futebol, o pessoal libera esses preconceitos. Talvez, essas sejam coisas mascaradas em nossa sociedade, que as pessoas acabam colocando para fora ali”, completou.

Comentários