Cenapop
Famosos

“Meu amor próprio é ridiculamente grande”, diz Ana Karolina Lannes

“Meu amor próprio é ridiculamente grande”, diz Ana Karolina Lannes
“Meu amor próprio é ridiculamente grande”, diz Ana Karolina Lannes - Foto: Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 16/12/2019, às 11h09

Nos últimos meses, Ana Karolina Lannes tem sido mais aberta com o público em relação ao seu corpo, e suas fotos nas redes sociais tem causado repercussão. A atriz, que esteve em Avenida Brasil, confessa que seu lado empoderado aumentou bastante de uns tempos para cá.

“Acho muito legal a repercussão. Sempre que posto esse tipo de conteúdo, recebo uma chuva de comentários de outras meninas, dizendo que já passaram por isso e elas se inspiram”, disse em entrevista para a Revista Quem desta segunda-feira (16/12).

Karol, que tem 19 anos, disse no bate papo que não tinha referências quando era mais jovem. “Quando eu era adolescente, não tinha muito em quem me inspirar. Essa onda de body positive é recente. Fico feliz em poder surfar esta onda. Além de ter a voz da comunidade da LGBT na minha vida, gosto de ser voz para exemplos positivos”, comentou.

“Acho que 95% das pessoas que estão nas minhas redes sociais são boas. Quando vem um comentário ruim, eu nem respondo. Vou lá e apago. É assim que trato na vida real também. Não respondo, eu ignoro. Meu pai sempre me ensinou que a melhor resposta é o silêncio”.

No entanto, no passado as coisas não era assim: ela assume que já teve vergonha de seu próprio corpo. “Já sofri body shaming, principalmente durante a adolescência, fase em que você começa a querer se relacionar com outras pessoas. É aquela fase em que você começa a entender que as pessoas esperam alguma coisa de você”, explicou.

“As pessoas têm que entender que a gente não esta nessa mundo para suprir a expectativas delas. Se elas se frustraram com a gente, a culpa não é nossa. Se elas colocaram expectativas em cima da gente, não é nossa culpa”, ponderou.

Sobre as redes sociais, Karol disse que no começo tentava agradar a todos – mas logo percebeu que isso não era o certo. “Demorei para entender que não tenho que agradar todos os meus seguidores, colegas de escola, pais. A gente tem que se agradar. Na hora do ‘vamos ver’, estamos sozinhas. Hoje em dia, meu amor próprio é ridiculamente grande. Posso ser chamada de egoísta, fria e tudo mais, mas aprendi que quanto mais eu tiver amor próprio, mais as pessoas vão tentar me derrubar. Isso só me dexar mais forte”, disse.

É por isso que, nos últimos tempos, ela passou a se expor mais na web. “Meu pai dizia para que eu não me expusesse tanto, que seria difícil para conseguir trabalho. Acho que exposição que faço é boa. Quero abrir diálogo para assuntos que não são falados. Vou usar a minha imagem para este propósito. Apesar de estar há vários anos fora da TV, mantenho um bom número de seguidores e produzo conteúdo falando sobre corpo, sexualidade… Não faço nada mais do que compartilhar minhas ideias e pensamentos”, finalizou.

“Meu amor próprio é ridiculamente grande”, diz Ana Karolina Lannes – Foto: Reprodução/Instagram

“Meu amor próprio é ridiculamente grande”, diz Ana Karolina Lannes – Foto: Reprodução/Instagram

Comentários