Cenapop
FAMOSOS

“O fim está chegando para mim”, diz Tarcísio Meira em entrevista

Tarcísio Meira em cena de O Camareiro
Tarcísio Meira em cena de O Camareiro - Foto: Reprodução

Redação Publicado em 08/12/2019, às 14h54 - Atualizado às 15h45

Em cartaz no Teatro Faap, com a peça O Camareiro, Tarcísio Meira segue à pleno vapor. Aos 84 anos, o veterano ator reconhece, porém, que sua saúde não é mais a mesma.

Ele chega e sai do teatro, que fica em São Paulo, com a ajuda de uma cadeira de rodas. Segundo o ator, ele “arrebentou o menisco” e foi operado três vezes por isso. Além disso, Tarcísio também afirma que o fato de ficar velho – e consequentemente mais perto da morte – o deixa assustado.

“A morte me assusta. Ninguém gosta de pensar que o fim está chegando. Mas ele está chegando para mim. É triste também lidar com a perda dos amigos. Certa vez, fui receber um prêmio de cinema. Dei de cara com o diretor de teatro Antunes Filho. Foi uma alegria, porque fazia anos que não o via. Eu disse: “Antunes, somos sobreviventes”. Pouco tempo depois, o próprio Antunes morreu”, relatou em entrevista publicada pela Revista Veja nesta semana.

Tarcísio lamentou: “A esta altura da vida, muitos colegas da minha idade se foram. Daqui a pouco, vou eu. Talvez eu deixe um vazio nas pessoas”, afirmou.

LEIA MAIS

Crítica de História de Um Casamento, filme da Netflix
Decoração de Natal de Kim Kardashian vira piada na web
Henry Thomas, de E.T., tentou falsificar exame de urina ao ser detido
Stallone chama Pacino, Schwarzenegger e outros para assistir lutas em casa
Filhos de Thaís Fersoza se emocionam ao encontrar Papai Noel
CCXP 2019: “Me chamavam de mamma”, diz Gal Gadot em coletiva
Diego Hypólito relata torturas na ginástica: “Carrego traumas até hoje”

Leia mais notícias sobre Famosos

Tarcísio Meira em cena de O Camareiro – Foto: Reprodução

Na entrevista, o ator também fala sobre seu relacionamento com Glória Menezes, considerado um dos mais longevos da cultura nacional. Ele disse não haver uma receita certa para que a união dure tanto tempo.

“O casamento é entre mim e minha mulher. Isso não se explica nem se comenta. Um casamento é uma coisa muito particular. Eu amo minha mulher, e ela me ama também. Ao menos creio que seja assim, porque ela me aguenta há 56 anos”, começou Tarcísio.

Em seguida, ensinou: “Um casamento feliz não se faz: ele simplesmente dura. Não somos os únicos, pois tem muita gente com um casamento mais estável que o nosso. Fora do meio artístico, é normal as pessoas ficarem casadas por tanto tempo”, disse.

Sobre política, ele afirmou que já convenceu Glória a votar em Lula no passado. “Não nas últimas eleições. Mas já votei no Lula e convenci minha mulher a votar também. Hoje, está tudo muito confuso, as pessoas ficaram tão enraivecidas”, lamentou.

Por fim, comentou o embate polarizado entre esquerda e direita. “Olha, ando com as duas pernas. Não posso caminhar com a direita sem a ajuda da esquerda, assim como não posso caminhar com a esquerda sem a ajuda da direita. O que estou vendo é que uma perna está brigando com a outra, e esse indivíduo, o Brasil, é capaz de soçobrar. Ora, apenas o saci anda com uma perna só, e, mesmo assim, de vez em quando pega carona com o vento”, refletiu.

Tarcísio Meira em cena de O Camareiro – Foto: Reprodução

Comentários