Cenapop
Crítica

Crítica | Onisciente, série brasileira da Netflix, mistura suspense e distopia com competência

Crítica | Onisciente, série brasileira da Netflix, mistura suspense e distopia com competência
Crítica | Onisciente, série brasileira da Netflix, mistura suspense e distopia com competência - Foto: Reprodução/Netflix

Redação Publicado em 31/01/2020, às 15h40

Onisciente é uma série brasileira que estreou praticamente sem nenhum alarde no catálogo da Netflix.

A produção fala sobre um futuro não muito distante onde a cidade de São Paulo consegue reduzir a criminalidade ao colocar drones para vigiar tudo e todos. Ainda assim, um homem é assassinado – e sua filha precisa correr para descobrir porque ele foi morto, mesmo com todo o aparato de vigilância que tira a liberdade das pessoas.

A chegada de Onisciente ao catálogo da Netflix surpreendeu, já que não houve campanha de divulgação para a série nas mídias sociais. Foi, de fato, uma surpresa em todos os sentidos: ela tem boas cenas, uma atuação carismática de sua protagonista e também consegue deixar o espectador atento às situações que se sucedem, apesar de alguns escorregões no roteiro.

Nesta crítica sem spoilers, o Canal Cinco Tons explica porque a série vale a pena ser vista.

Comentários