Cenapop
CINEMA

Remake de Convenção das Bruxas é alvo de críticas por pessoas com deficiência, e estúdio pede desculpas

Anne Hathaway em cena de Convenção das Bruxas
Anne Hathaway em cena de Convenção das Bruxas - Reprodução/Warner Bros.

Redação Publicado em 04/11/2020, às 15h07

O estúdio Warner Bros. pediu desculpas após ser criticado por pessoas com deficiência pelo modo que retrataram o personagem de Anne Hathaway no remake do filme Convenção das Bruxas, informa o site Variety.

No remake, a personagem de Anne, chamada de "Grande Bruxa Maior" possui dedos faltando. Várias pessoas com deficiência disseram que ela parece ter ectrodactilia, uma doença rara que afeta as mãos. Defensores afirmam que retratar vilões com deficiências físicas perpetua estereótipos que deficiências são anormais e assustadoras.

A atleta paralímpica Amy Marren disse estar desapontada na Warner Bros. Ela perguntou: "Será que pensaram em como essa representação de diferença de membros afetaria a comunidade deficiente? Diferença de membros não é assustadora. Diferenças devem ser celebradas e deficiências precisam ser normalizadas. É triste que algo que faz uma pessoa ser diferente seja representado como algo assustador", afirmou.

"Sim, estou completamente ciente que isso é um filme, e que são bruxas. Mas bruxas são essencialmente monstros. Meu medo é que crianças assistirão esse filme, sem saber que ele exagera muito a ideia original de Roald Dahl e que diferenças de membros são algo a se temer", prosseguiu Marren.

Um representante da Warner Bros. afirmou que o estúdio se arrepende: "A Warner Bros. está extremamente triste em saber que nossa caracterização dos personagens de Convenção das Bruxas chatearam pessoas com deficiência", iniciou.

"Ao adaptar a historia original, trabalhamos com designers e artistas para encontrarmos uma nova interpretação das garras de gato que são descritas no livro. Nunca foi a intenção que a audiência sentisse que as criaturas fantásticas e inumanas as estivessem representando. Esse filme é sobre o poder da bondade e amizade. Esperamos que famílias e crianças possam aproveitar o filme e abraçar o tema empoderador e cheio de amor", finalizou.

Comentários