Boogie Oogie

Marcos Pasquim fará gay em Babilônia: “Quero mostrar que o amor não tem trejeito”

Marcos Pasquim fará Carlos em "Babilônia"(Crédito: Globo/Estevam Avellar) Pela primeira vez em uma novela do horário nobre, Marcos Pasquim irá interpretar

Marcos Pasquim fará Carlos em “Babilônia”(Crédito: Globo/Estevam Avellar)
Marcos Pasquim fará Carlos em “Babilônia”(Crédito: Globo/Estevam Avellar)

Redação Publicado em 26/02/2015, às 21h19 - Atualizado às 21h22

Pela primeira vez em uma novela do horário nobre, Marcos Pasquim irá interpretar Carlos, um gay que ainda não saiu do armário, em Babilônia. Em entrevista para o jornal O Globo, desta quinta-feira (26), ele comentou o desafio de seu novo trabalho.

“Para mim, como ator, um personagem assim é imprescindível, diferente de tudo o que já fiz, é fantástico, o que eu queria fazer”, declarou o ator, que já interpretou vários machões descamisados em novelas das 19h.

Carlos será um instrutor de saltos ornamentais, que se envolverá com o personagem de Marcello Melo Jr.: “Ele tem conflitos. A sexualidade esteve adormecida, ele está no armário. Nunca deu importância ao que sentia. Casou, teve um filho e, talvez para disfarçar os sentimentos, focou no esporte. Agora, com o filho crescido, se viu livre, quer se libertar”.

Diferente de vários papéis de homossexuais em novelas, Marcos pretende interpretar Carlos da maneira mais natural possível: “Quero mostrar que o amor não tem trejeito. Todos os gays que vi até hoje na TV tinham uma coisinha, uma fala mansa, um jeito. Quero fazer diferente, mostrar o sentimento, mas sem trejeitos”.

Já em relação ao tão polêmico beijo gay, ela comentou: “Beijo é detalhe, é o aprofundamento da relação. Torço para que sim, para acabar de vez com o preconceito”.

Comentários