“Já fiz capa falando de como ser magra e tinha feito lipoaspiração”, desabafa Fabiana Saba

Fabiana Saba no início da carreira de modelo e em foto mais atual – Foto: Reprodução/ Instagram

Convidada do Selfie Mulher, programa para o YouTube comandado por Rodrigo Phavanello, Fabiana Saba fez revelações surpreendentes sobre o início de sua carreira de modelo, na década de 90.

Em uma prévia do programa (veja abaixo), Fabiana – que hoje atua no seguimento plus-size – contou que sempre foi julgada por sua aparência, e que sua opinião sobre seu corpo hoje é diferente:

“Eu sempre fui julgada pela minha aparência. Eu sempre fui zoada na escola. As pessoas me chamavam de Carrie, A Estranha [filme de 1976 que ganhou remake em 2013], Jesus na cruz… eu me achava muito feia. Olhando as fotos hoje, acho bonita”, diz ela.

Numa espécie de desabafo, Fabiana, que iniciou sua carreira juntamente com Gisele Bündchen, contou que as coisas não melhoraram quando ela se tornou modelo.

Aos 40 anos, Fabiana Saba incentiva o amor e a beleza natural – Foto: Reprodução/ Instagram

“Aí eu virei modelo. E, de repente, o meu estilo de beleza, porque não existe beleza, são estilos… o meu estilo de beleza ficou na moda. Eu voltei a ser julgada pelo exterior”, continua.

Na entrevista, a apresentadora conta que há manipulação no mundo da moda, e relembrou um trabalho no qual passou uma imagem falsa ao público:

“Já fiz uma capa de revista falando ‘como ser magra’, falando que eu bebia água e não sei mais o quê… E tinha feito uma lipoaspiração dois meses antes. Tudo isso é falso”, conclui.

A entrevista na íntegra irá ao ar nesta sexta-feira (15/06).

LEIA MAIS:

Nanda Costa musa o visual: “Virei indio”
Fátima Bernardes mostra foto da Copa de 1994
Renata Banhara desabafa sobre doença no cérebro
Samara Felippo diz que odiava o próprio corpo
Gracyanne dá show no pole dance
Lucy Ramos mostra visual para novela

Veja mais notícias de Famosos.

Ha alguns anos atras sem Photoshop, Polaroid e bem dentro dos padrões. Não era menos nem mais do que hoje, não era mais segura com certeza e nem mais feliz, afinal a gente sabe que nos 20 a gente nunca está satisfeito, nunca se sente completo, sempre tem algo a mais… Era confusa por não entender o meu verdadeiro valor ainda, mas na verdade estava tudo isso fazendo parte do caminho que me trouxe até aqui hoje. Agora, quase 40, estou tranquila, pois sinto um propósito, entendo meu valor, tenho do meu lado um parceiro que eu amo e me ama ao invés de homens que só valorizavam o que viam e podiam mostrar pros amigos. Tenho verdadeiros amigos e hoje quem me segue eh pq gosta da minha mensagem e não porque querem parecer com um corpo que nada mais eh do que o corpo de uma menina jovem que teve “sorte” (pq nunca comi bem). Prefiro hoje inspirar as pessoas a serem feliz do que a querer o inatingível, o que não traz nada pois nunca se está satisfeito. Claro que curti muito aquela época, pq nao? Juventude a gente chora, ri, faz bobagem e aprende! Vivi aquilo que estava escrito para mim, não me arrependo, tenho orgulho da minha história, sempre trabalhei duro, e vida de modelo eh bem sacrificada merece seu valor e respeito! Mas queria dizer que ter um corpo magro, uma barriga chapada, não eh o que vai te trazer essa paz e felicidade que vc procura. Isso vem de dentro pra fora, o corpo eh um detalhe. Beijos e boa quarta feira pra vcs. ❤🙏

Uma publicação compartilhada por Fabiana Saba (@fabisaba) em

Tags

Comentários