Alexandre Nero define seu personagem em A Regra do Jogo: “É um bandido bundão”

Romero (Alexandre Nero) - Foto: Globo/Estevam Avellar

Romero (Alexandre Nero) – Foto: Globo/Estevam Avellar

Alexandre Nero, ou melhor, Romero, seu personagem em A Regra do Jogo, passou por uma montanha-russa de emoções e reações no segundo capítulo do folhetim de João Emanuel Carneiro.

O cara demonstrou rancor pela mãe, foi machista com a namorada, fez pacto com facção criminosa e deixou claro sua fragilidade após brigar com Orlando (Du Moscovis).

Alexandre Nero fez a leitura de seu personagem para o jornal Extra desta quarta-feira (2/9), e o definiu como um bandido bundão:

Romero Rômulo (Alexandre Nero) - Foto: Globo/João Miguel Júnior

Romero Rômulo (Alexandre Nero) – Foto: Globo/João Miguel Júnior

“Romero é um cara perdido. Ele quer ser mau, mas não consegue. E quando quer ser bom, não é capaz de ser tão bom. Ele se acha esperto, mas é um bandido bundão, frouxo, de meia-tigela”, definiu Alexandre Nero.

Romero Rômulo (Alexandre Nero)Crédito: Globo/João Miguel Júnior

Mas para frente, Romero receberá uma “missão” da facção criminosa. Eliminar uma ameaça, e acabará fraquejando. Orlando é quem toma a frente, e provoca: “Na hora que a gente precisa, você deixa a gente na mão”.

O rancor pela mãe Djanira (Cássia Kis) fará Romero querer se vingar da mulher que lhe deu a vida. Alexandre contou à publicação que tudo é imprevisível na trama, e que João Emanuel Carneiro engana até os atores:

“João vai enganar o público assim como engana os atores. Ele joga pistas falsas o tempo inteiro. De repente, dá uma rasteira e, o que você pensava ser certo, não é mais”, disse.

Comentários