Cenapop
NETFLIX

O Final de Sombra e Ossos: uma análise sobre a nova série da Netflix

Conheça as diferenças da série com o livro e um final explicado para quem precisa se situar

Cena de Sombra e Ossos, nova série da Netflix
Cena de Sombra e Ossos, nova série da Netflix - Foto: Reprodução / Netflix

Redação Publicado em 23/04/2021, às 14h55

Sombra e Ossos já estreou na Netflix, os oito episódios da série já estão no ar, e a gente já assistiu. Aqui em cima a gente deixa o link pra nossa crítica sem spoilers, caso queira assistir a nossa opinião mais geral da série baseada nos livros de Leigh Bardugo.

Acontece que, justamente por ser uma produção baseada em um livro de sucesso, tivemos que ir caçar informações a respeito dos personagens e das diferenças entre o livro e a série da Netflix no único lugar possível: a internet!

A gente achou alguns textos que explicaram melhor algumas situações e a gente queria compartilhar esse conhecimento com vocês, caso queiram saber mais detalhes sobre a diferença entre a adaptação e a literatura e alguns detalhes sobre o final da série.

Por isso, a gente avisa, como sempre, que esse texto tem spoilers. Caso não queira ler, mas ouvir e ver o texto que vai abaixo, clique no vídeo abaixo:

Mas precisa de final explicado?

Pra começar a gente já chega explicando que essa série não precisa ter um final explicado. Na verdade, é bem fácil de compreender, então a gente vai se apegar nas coisas mais técnicas, como o que descobrimos de diferente entre o livro e a adaptação que a Netflix estreou.

Por exemplo, a maior diferença é aquela que já se sabia: alguns personagens não são do primeiro livro da Trilogia GRISHA, mas sim do livro “Six of Crows”, que se passa dois anos depois dessa história. Kaz Brekker, Inej Ghafa , Jesper Fahey, Nina Zenik e Matthias Helvar são originalmente desse livro.

E por que os produtores e roteiristas então fizeram essa mistura? Acontece que a pretensão deles era criar uma história complementar para esses personagens, para poder apresentar a história de “Six of Crows” em uma temporada posterior. Então, eles criaram uma história para eles que foge daquilo que está nos livros de Bardugo, para que no futuro possam conectar e apresentar o que está no livro de onde eles saíram. 

É como se quisessem nos apresentar a eles e nos preparar pro que vem por ai.

Mudança no perfil

Outra mudança importante que a gente descobriu foi na história de Alina, que é bastante conhecida de quem conhece os livros como não sendo muito carismática. Na série, eles fazem com que ela seja meio Shu, o que é uma mudança importante pois nos livros ela não tem uma raça específica, descrita como “uma coisinha feia e pálida”, mas que depois a gente descobre ser por causa dos seus poderes não descobertos.

Talvez a ideia dos showrunners dessa série foi justamente dar mais história para Alina, como um caminho que eles pudessem seguir para dar ainda mais profundidade a ela no futuro.

Além disso, nos livros os personagens são mais novos, e na série eles são mais adultos. Essa também é uma mudança importante, já que pelos relatos que a gente colheu na internet, a conexão amorosa entre Alina e o Darkling seja menos bizarra. Nesse caso, é ponto positivo mesmo.

Com isso, a série Sombra e Ossos ganha profundidade e mais história de fundo para seus personagens, com mais olhares diferentes e não um foco excessivo e dominador em cima de uma trajetória só, como a de Alina, que é indiscutivelmente a protagonista dos livros.

Entre o livro e a série

A gente passa então pra discutir as diferenças entre o final do livro e o final da série. No livro, o foco está todo em Alina, Mal e o Darkling. Essa história mostra Mal sendo jogado para fora do barco na Dobra, e é nesse momento que Alina pula para salvá-lo. No fim das contas, ela e Mal escapam para Ravka Ocidental, e terminam e um marco, indo para o mar.

Já o último episódio dessa temporada de Sombra e Ossos tem outras nuances. Todos os heróis aparecem reunidos no esquife do General Kirigan. Os Crows ainda planejam sequestrar Alina. Mal é um clandestino. E Alina, agora com os chifres do Cervo de Morozova, é acorrentada ao convés e colocada para demonstrar o alcance de seus poderes aos embaixadores de Fjerda e Shu Han.

Depois de uma breve demonstração dos poderes do Conjurador do Sol, o Darkling mostra a todos a sua própria extensão, aumentando a Dobra para engolfar Novokribirsk, lançando os volcras sobre aqueles do outro lado e se vingando do General Zlatan por sua traição. 

Então, ficamos sabendo das verdadeiras intenções do Darkling enquanto ele faz um breve monólogo, dizendo aos embaixadores a bordo que ele planeja encerrar a guerra fazendo com que todos os outros países se submetam a ele por medo. Como ele tem controle total sobre a Dobra, agora ele tem a arma definitiva de destruição em massa.

O desenrolar do final

Tudo então começa no barco e, depois de toda a magia e tiros que se seguem, o Darkling é deixado para morrer dentro da Dobra, enquanto Alina, Mal, Kaz, Inej e Jesper são agora unidos pelos Squaller Zoya, que mudou de idéia, escapem pelo outro lado. Todos eles se reúnem ao redor de uma fogueira e planejam seus próximos passos.

A pergunta que vem é: como o Darkling matou o cervo, como Alina consegue usar seus chifres como amplificador?

Sabemos que ossos, escamas e dentes de animais podem servir como amplificadores que aumentam os poderes de um Grisha. Somos levados a acreditar que apenas o indivíduo que reivindica o item pode aproveitar seu poder. Durante o confronto no barco, Alina tem uma visão em que o cervo brilhante aparece para ela.

Ela diz a Kirigan que os amplificadores precisam ser dados e não reivindicados. Ela diz a ele que o cervo a escolheu e é por isso que ela é capaz de controlar seu poder. Essa cena se desenrola de forma um pouco diferente no livro, onde Alina percebe que seu ato de poupar a vida do cervo foi tão crucial para ganhar seu amplificador quanto o Darkling matá-lo.

A partir daí, Mal, Alina e os Corvos seguem para Os Kervo, onde embarcarão para Ketterdam antes de seguirem seus caminhos separados. Os Corvos ainda precisam lidar com Dreesen e Pekka Rollins, os quais vão querer suas cabeças devido ao fracasso em capturar o Conjurador do Sol.

Alina e Mal, finalmente juntos, se aventuram no mar, a fim de se esconderem de todos aqueles que agora a estariam caçando. Alina sabe que precisa aprimorar seus poderes antes de poder voltar e destruir a Dobra. Os dois também precisam fazer novos aliados em sua luta para salvar Ravka e o mundo. Zoya, que tinha família em Novokribirsk , volta em busca de sobreviventes.

Histórias paralelas

Sobre Nina e Matthias, o amor proibido deles ficou ainda mais complicado. Depois que Nina tenta salvar a vida de Matthias entregando-o a um comerciante Kerch por ser um escravo, ele acredita que Nina estava usando sua magia para manipulá-lo o tempo todo. O comerciante Kerch os levará para Ketterdam, onde Matthias será enviado para a prisão. Nina acaba no mesmo barco que os Corvos, que estão à procura de um Sangrador.

Sobre a Dobra: ela continua aumentando no final da série, e Alina fica preocupada em ter piorado a situação. No entanto, Mal garante pra ela que eles voltarão quando ela estiver mais forte, para aí sim acabar com a Dobra e salvar o mundo.

Acontece que a grande revelação vem no final: o Darkling aparece se rastejando para fora da Dobra, se levantando e indo embora, levando junto alguns monstros bem assustadores com ele. Esse é o maior gancho para a segunda temporada que com certeza vem aí, porque essa série tem todo o jeito de que vai ficar um bom tempo no Top 10 da Netflix.

Comentários