Cenapop
NETFLIX

Lupin - Parte 1 (Netflix, 2021) | Crítica

Omar Sy em cena como Assane Diop em "Lupin", série da Netflix que estreou nesta sexta (08/01)
Omar Sy em cena como Assane Diop em "Lupin", série da Netflix que estreou nesta sexta (08/01) - Foto: Reprodução / Netflix

Redação Publicado em 08/01/2021, às 22h04

"Lupin", série francesa que chegou à Netflix nesta sexta-feira (08/01), pode parecer à primeira vista uma adaptação direta da obra literária de Maurice Leblanc.

No entanto, trata-se de uma versão atualizada do personagem: o protagonista da produção usa o personagem do livro como inspiração para sua vida, o que o coloca em algumas enrascadas.

Vamos explicar melhor: o enredo conta a história de Assane Diop (Omar Sy), um rapaz que teve sua vida virada ao avesso depois que seu pai (Fargass Assandé) morreu quando ele era mais jovem. O homem foi acusado de um crime que não cometeu, e isso acabou levando a tragédia para sua família.

25 anos depois, Assane resolve vingar seu pai -- e para isso, inspira-se em seu herói literário, Arsène Lupin.

A forma que ele encontra para isso é imitar Lupin, que é um personagem carismático e cheio de truques para conseguir se infiltrar em qualquer lugar. Com isso, consegue executar roubos dificílimos sem ser notado, já que também desaparece com facilidade.

Assane consegue emular as maneiras de Lupin e se torna um ladrão profissional muito bem sucedido. No entanto, ele possui uma família, e não sabe como conciliar sua vida de crimes com a de um pai dedicado e marido exemplar.

Porém, enquanto busca vingança pela morte de seu pai, Assane descobre que o crime possui muito mais segredos do que ele pensava. E é a partir daí que a série engrena de verdade.

Veja a nossa crítica completa no vídeo abaixo:

Comentários